banner aprenda ingles 728 x 90

Oração do pastor Rick Warren na posse de Barack Obama

Dois pastores oraram na cerimônia oficial de posse de Barack Obama na Presidência dos Estados Unidos. Leia a seguir o que Rick Warren, pastor da Igreja de SaddleBack, na Califórnia, e líder do movimento conhecido no Brasil como Igreja com Propósitos, e Joseph E. Lowery, ministro da Igreja Metodista Unida e veterano do movimento pelos direitos civis, disseram ao Senhor na presença das autoridades americanas e diante das câmeras de TV que transmitiam a cerimônia para um mundo mais atento que nunca ao que acontecia em Washington, em 20 de janeiro.

Rick Warren: “Deus Onipotente, nosso Pai, tudo que nós vemos e tudo que nós não podemos ver existe só por Sua causa. Tudo vem de Você. Tudo Lhe pertence. Tudo existe para Sua glória. A História é Sua História. As Escrituras dizem-nos: “Ouça, ó Israel, O Senhor é nosso Deus. O Senhor é único”. E Você é o compassivo e misericordioso. E ama a todos que fez. “Agora, hoje, nós nos regozijamos não somente na transferência calma do poder na América pela 44ª vez. Nós comemoramos um ponto de inflexão da História com a posse de nosso primeiro presidente Africano-Americano dos Estados Unidos. Nós somos muito gratos por viver nesta terra, uma terra de possibilidades inigualáveis, onde o filho de um imigrante africano pode alcançar o nível mais elevado de nossa liderança. E nós sabemos que hoje o Dr. King (Martin Luther King Jr.) e uma grande nuvem das testemunhas estão vibrando no céu.

“Dê a nosso novo presidente, Barack Obama, sabedoria para conduzir-nos com humildade, coragem para conduzir-nos com integridade, compaixão para conduzir-nos com generosidade. Abençoe e proteja-o: sua família, o vice-presidente Biden, o Ministério, e cada um de nossos líderes livremente eleitos. “Ajude-nos, ó Deus, a recordar que nós somos americanos, unidos, não pela raça, ou religião, ou sangue, mas por nosso compromisso com a liberdade e a justiça para todos. Quando focalizamos em nós mesmos, quando lutamos uns contra outros, quando nós nos esquecemos de Você, perdoe-nos. Quando nós presumimos que nossa grandeza e nossa prosperidade são apenas nossas, perdoe-nos. Quando falhamos em tratar nossos companheiros seres humanos e toda a terra com o respeito que merecem, perdoe-nos. E, enquanto enfrentarmos estes dias difíceis adiante, que possamos ter um novo nascimento de clareza em nossos alvos, de responsabilidade em nossas ações, de humildade em nossas abordagens, e civilidade em nossas atitudes, mesmo quando nós diferimos.

“Ajude-nos a compartilhar, servir e procurar o bem comum de todos. Possam, hoje, todas as pessoas de boa-vontade se juntar para trabalhar por uma mais justa, saudável e próspera nação e um pacífico planeta. E possamos nós nunca esquecer-nos de que um dia todas as nações e todos os povos prestarão contas a Você. Nós agora dedicamos nosso novo presidente, sua esposa, Michelle e suas filhas, Malia e Sasha, a Seu amoroso cuidado. “Eu, humildemente, peço isto, no nome daquele que mudou minha vida, Yeshua, Isa, Jesus (pronúncia espanhola), Jesus, que nos ensinou a orar: “Pai Nosso, que estás nos céus, santificado seja o Teu nome. Venha Teu Reino, seja feita Tua vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso, de cada dia dá-nos hoje e perdoa nossas transgressões como nós perdoamos aqueles que transgridem contra nós. E não nos induza à tentação, mas livra-nos do mal. Pois Teu é o Reino e o poder e a glória para sempre. Amém.”

O Reverendo Joseph E. Lowery, ministro da Igreja Metodista Unida e veterano do movimento pelos direitos civis, ao lado de Martin Luther King Jr., começou sua bênção inaugural com a estrofe da canção de James Weldon Johnson “Lift Every Voice and Sing” (“Cada voz se eleve e cante”) considerada o hino nacional Afro-Americano.

“Deus de nossos anos cansados,/ Deus de nossas lágrimas silenciosas,/ Tu que nos trouxeste assim distante ao longo do caminho/ Tu que tens por Teu poder/ Conduze-nos na luz,/ Mantenha-nos sempre no caminho, nós oramos./ A fim de que nossos pés não vagueiem dos lugares, nosso Deus, onde nós nos encontramos conTigo,/ A fim de que nossos corações não se embriaguem com o vinho do mundo, e nós nos esqueçamos de Ti;/ De baixo da sombra da Tua mão,/ Possamos nós sempre estar,/ Fiéis a Ti, ó Deus,/ Fiéis à nossa terra nativa”. Em seguida, o veterano pastor rogou a bênção de Deus “sobre teu servo, Barack Obama, o 44º presidente destes Estados Unidos, sua família, e sua administração”.

Lowery orou pelos EUA e pela “comunidade das nações” que enfrentam agora a incerteza econômica: “Nossa fé não encolhe, embora pressionados por inundação das mais mortais. Pois nós sabemos que, Senhor, Você pode e Você está disposto a trabalhar através de lideranças fiéis para restaurar a estabilidade”. Lowery também pediu: “Ajude-nos então agora Senhor a trabalhar por esse dia em que as nações não levantarão a espada contra nações, quando os tanques serão forjados em tratores. Quando cada homem e cada mulher se sentarão sob seu, ou sua, própria videira, ou figueira, e não terão medo. Quando a justiça fluirá como a água e o justiça como um poderoso rio”.

No trecho final, o idoso ministro, mais uma vez, mostrou sua sensibilidade poética, com frases que em Inglês faziam rimas: “Nós pedimos que você ajude-nos a trabalhar por esse dia em que o preto não será solicitado a retirar-se, e o mestiço possa ficar o quanto quiser, o amarelo seja maduro, o homem vermelho possa prosperar e o branco abrace o que é correto. Todos aqueles que fazem justiça e amam a misericórdia digam: amém. Digam: Amém. E Amém”. (Tradução e comentários de Philippe Leandro) Veja o vídeo da oração do reverendo Joseph E. Lowery. Leia a transcrição da oração de Rick Warren, em inglês. Assista ao vídeo da oração de Rick Warren.

Atualizada: Domingo, 20 Julho 2014 19:36