banner aprenda ingles 728 x 90

Movimento internacional pela paz começa na Nova Zelândia e segue pelo mundo

Iniciada em Wellington, Nova Zelândia, na sexta-feira (2/10), a Marcha Mundial pela Paz e pela Não violência reuniu participantes interessados em apoiar uma ação mundial para redução e combate à proliferação de armamentos nucleares. A escolha do país neozelandês foi devido a nação ter sido a primeira a por fim às bases militares estrangeiras e a manter uma postura antinuclear. De acordo com o porta-voz nacional do movimento no Brasil, Alexandre Sammogini, a Marcha acontece ao mesmo tempo em outras partes do mundo. “A campanha foi lançada simultânea em cerca de 300 cidades e visa a mobilização para o desarmamento nuclear”, diz. Sammogini destaca a importância da adesão de pessoas públicas, políticos e da sociedade civil que dão forças à iniciativa. “Em São Paulo, houve apoio do prefeito e de outras figuras e até de entidades religiosas”, destacou.

A data para a primeira edição do movimento também foi uma opção simbólica. Escolhido o aniversário de Mohandas Karamchand Gandhi, o Mahatma Gandhi, nascido há 140 anos, o ato teve a condução do porta-voz da organização, Rafael de La Rubia, próximo à estátua de bronze do pacifista indiano, morto em 1948. A expressão “Mahatma” tem origem na língua sânscrita e significa “grande alma”. Gandhi foi difusor da filosofia da satyagraha, forma de resistência não-violenta às ações opressoras e aos próprios opressores. Para dezembro, o evento tem concentrações agendadas em diversas cidades do Brasil com início na capital pernambucana. A programação começa em Recife no dia 16, Salvador (BA) na quinta (17), por dois dias (18 e 19) no Rio de Janeiro (RJ), Parque Caucaia, interior de São Paulo, no domingo (20), e também por dois dias na capital paulista (20 e 21). “A ideia é reunir umas 100 mil pessoas no show de concentração em São Paulo”, explica Sammogini. Além do endereço oficial da Marcha pela Paz, informações diárias podem ser obtidas numa página virtual que oferece o acompanhamento da ação em cinco idiomas (português, espanhol, inglês, francês e italiano). Há também um perfil na rede social Twitter. (Por Chico Junior)

Atualizada: Domingo, 20 Julho 2014 22:35