passaporte para fluencia em ingles banner

Leonardo Boff critica encíclica de Bento XVI em agência de notícias italiana

Numa entrevista para a agência de notícias ANSA (Agenzia Nazionale Stampa Associata), o teólogo Leonardo Boff afirmou que “o papa Bento XVI deveria ler Karl Marx, já que sua última encíclica, em que aborda os efeitos da crise mundial, é um documento que concorda com os fundamentos da ordem econômica vigente”.

O precursor da Teologia da Libertação fez o comentário após leitura da encíclica "Caritas in Veritate". Para Boff, o ponto de vista da "Caritas in Veritate" é que "o sistema mundial se apresenta fundamentalmente correto. O que existe são disfunções e não contradições". Isto, segundo ele, é a mesma tese do G20 (grupo formado pelos países mais ricos do mundo e os emergentes): "retificações e não mudanças, melhorias e não troca de paradigma, reformas e não libertações". Segundo o teólogo, "a crise que atinge a humanidade e que comporta ameaças severas a todo sistema da vida demandaria um texto profético, carregado de urgência. Mas não é isso que recebemos, senão uma longa e detalhada reflexão sobre a maioria dos problemas atuais que vão da crise econômica ao turismo, da biotecnologia à crise ambiental". Leia a íntegra das críticas de Leonardo Boff na página da ANSA.

Atualizada: Domingo, 20 Julho 2014 22:40