passaporte para fluencia em ingles banner

"Manual Missionário" com fundamentação bíblica e a experiência de obreiros transculturais

A fundamentação bíblica da obra missionária, o despertamento de vocações, modelos de treinamento, relação igreja e agência no envio de missionários, cuidado e apoio integral aos que servem, o cenário mundial e as suas implicações em missões e experiências e desafios de missionários e de pastores enviadores. Estes são os principais temas abordados pelo livro "Missões Brasileiras em resposta ao clamor do mundo", lançado em outubro de 2009 pela Editora Betel Publicações. Compilado a partir de palestras do V Congresso Brasileiro de Missões, realizado entre os dias 13 a 17 de outubro de 2008, na cidade de Águas de Lindóia (SP). O congresso foi organizado pela Associação de Missões Transculturais Brasileiras (AMTB) e pela Associação dos Professores de Missões do Brasil (APMB) e com participação do COMIBAM – Cooperação Missionária Ibero-americana e da Comissão de Missões da Aliança Evangélica Mundial. A importância dos temas abordados é tanta que a obra pode ser comparada a um verdadeiro "Manual Missionário". Quem não pôde estar presente entre os participantes do evento tem, agora, uma boa oportunidade. O livro foi organizado pelo pastor Silas Tostes, pastor presidente da Associação de Missões Transculturais Brasileiras. Com palestras de experientes missiólogos, o livro tem entre seus autores: Afonso Cherene, Alexandre Araújo, Antonia van der Meer, Barbara Burns, Bertil Ekström, Carlos Queiroz, Durvalina Bezerra, Edison Queiroz, Ester Lucena, Gideon T, Márcia Suzuki, Olinto de Oliveira, Paul Freston, Reuben Ezemadu e Ronaldo Lidório. O pastor Silas Tostes dá mais detalhes sobre o conteúdo da publicação: "A missão da Igreja é proclamar a Deus, fazendo-o conhecido nas diversas culturas mundiais com a mensagem do Evangelho de Jesus Cristo. Por isso o livro "Missões brasileiras em resposta ao clamor do mundo", com fundamentação bíblica e com a experiência de obreiros transculturais, é um instrumento valioso para nos dispor a cumprir a nossa missão. A Igreja evangélica brasileira está comprometida com o movimento missionário mundial, com cerca de três mil missionários, atualmente, que comunicam o Evangelho além das nossas fronteiras culturais – em aproximadamente cem países, em todos os continentes. Apesar disso, este contingente é ainda pequeno em comparação ao número de evangélicos em nossa nação. Necessitamos ter maior despertamento da consciência missionária, mobilização de mais pessoas para atenderem a chamada de Deus, envolvimento das igrejas locais em missões, compromisso com o preparo do obreiro, com a organização de movimentos de intercessão e com o sustento, envio e cuidado dos missionários". Mais informações no site da editora. (por Marcelo Dutra)