passaporte para fluencia banner

Padre denuncia situação degradante no ES

As denúncias do padre Xavier Paolillo, representante da Pastoral do Menor e do Movimento Nacional de Direitos Humanos, a respeito da situação de presídios capixabas podem servir de estímulo para que todo o cristão envolvido nesse tipo de atividade de capelania penitenciária também preste mais atenção às condições físicas, materiais e emocionais das pessoas com as quais lidam em seu dia-a-dia. Xavier, que é italiano e chegou ao Espírito Santo há dez anos, descreve a situação degradante, "seja em relação ao sistema penitenciário ou em relação à criança e ao adolescente": "mortes, torturas e violências"; "superlotação, maus-tratos”. Outro fato relatado pelo padre é a transferência recente de 120 adolescentes internos em Vitória para o norte do estado, em um presídio de detenção provisória na cidade de São Domingos do Norte. As condições estruturais do local são boas e limpas, mas, de acordo com o religioso, o tratamento deixa a desejar. “Visitei-os e constatei que estavam uniformizados, o que é proibido pela lei, e estão todos com a cabeça raspada e submetidos a procedimentos típicos de Regime Disciplinar Diferenciado. Eles relataram que agentes penitenciários os pegam e jogam com o rosto no chão, além de ordenar que fiquem nus quando voltam do banho de sol”, denunciou Xavier. Fonte: Agência Brasil - Marco Antonio Soalheiro. Foto: Wilson Dias/Abr