banner biblia sagrada estudo bibllico 728x90

Animação infantil recebe verba do BNDES

Para fortalecer a indústria brasileira de produção audiovisual e dar sequência ao seriado de animação que apoiou, em 2009, na primeira temporada da série Escola Pra Cachorro, com 23 episódios, exibida na TV brasileira com recordes de audiência, o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), vinculado ao governo federal, aprovou financiamento de R$ 3,5 milhões para a produtora Radar Cinema e Televisão Ltda, de São Paulo, produzir a segunda temporada desta série de animação infantil, em coprodução com a empresa canadense Cité-Amérique. A notícia foi divulgada pelo banco na sexta, 7/1, e pode servir de estímulo, de exemplo e para aprendizagem de como obter recursos, a futuros e talentosos empreendedores na área de animação.
A série Escola Pra Cachorro é composta de 26 episódios de onze minutos de duração cada um. A operação foi aprovada no âmbito do Programa BNDES para o Desenvolvimento da Economia da Cultura (Procult). Do valor total aprovado, R$ 1,5 milhão será na modalidade não reembolsável, prevista pela Lei do Audiovisual.

 

A produção nacional de obras de animação encontra-se em fase de consolidação, buscando inserir-se em um mercado ainda dominado por produções estrangeiras. Além do potencial de exportação das obras, é possível gerar receitas com licenciamento. Apesar de ser um mercado novo para o Brasil, já existem alguns exemplos de sucessos nacionais. Atualmente, há três séries de animação brasileiras em exibição em canais de TV aqui e fora: além de Escola Pra Cachorro, estão no ar Peixonauta(TV Pinguim) e Meu Amigãozão(2D Lab).

 

A coprodução de Escola Pra Cachorro com o Canadá assegura potencial de vendas no mercado externo. A Cité-Amérique é uma das companhias líderes em produção audiovisual e de animação no mercado canadense. Esta segunda série já conta com exibição garantida na televisão brasileira aberta e por assinatura pela pré-venda da obra para a TV Cultura e Nickelodeon. A Nickelodeon tem prioridade de exibição na TV por assinatura no Brasil, na América Latina, no Caribe e no México.

 

Trata-se de obra audiovisual realizada por meio da tecnologia digital 2D em HD (alta definição). Voltado para crianças de 3 a 6 anos, o seriado conta a história de Lucas, Lili, Koda, Suki e Pedro, que vão todas as manhãs para a escola, onde brincam, aprendem e vivem aventuras. Com foco na temática da diversidade cultural, a série tem viés educativo, na medida em que busca mostrar as diferenças entre indivíduos como enriquecedoras.

 

A caminhada de um profissional para conquistar verbas e ver seus desenhos animados nas telas tem que começar com os primeiros passos. Informação com certeza é um deles. Se estiver pensando em arriscar uma proposta, além de estar com a Lei do Audiovisual na ponta da língua, conheça as instruções e o regulamento de 2010, para aprender os principais passos enquanto espera, por exemplo, a próxima Seleção Pública BNDES Cinema.

pergunta biblica estudo capa a capa w500