banner aprenda ingles 728 x 90

Cinema documentário sobre a igreja evangélica

O anúncio de um curso de pós-graduação em Cinema Documentário do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), com inscrições já abertas e início das aulas para abril, é também uma grande sugestão aos evangélicos para obter uma especialidade em retratar, de forma visualmente adequada e socialmente relevante (sem ufanismos tolos), a história da igreja evangélica no Brasil.

O curso da FGV é oferecido nas cidades de São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ) e graduados de todas as áreas do conhecimento que pretendam atuar profissionalmente como realizadores e pesquisadores de documentários podem se matricular. Com 432 horas-aula, o objetivo da iniciativa educacional é “familiarizar os alunos com o cinema não-ficcional, sua história, teorias, linguagens e técnicas, seu mercado e condições de realização. Fornecer instrumentos teóricos que ajudem os estudantes a refletir sobre o cinema documentário, e aperfeiçoar a leitura que fazem do meio e da realidade em que vão interferir – matéria-prima do cinema documentário”.

 

A grande sacada do pessoal do Núcleo de Audiovisual e Documentário da FGV foi perceber as similaridades e a relação entre o trabalho do cineasta documentarista e o de um cientista social: “O estabelecimento de um tema, a pesquisa antes da filmagem, o registro audiovisual e a interação social que pressupõe, a consulta do material filmado, a decisão em relação à forma de se expor os resultados e as conclusões da pesquisa e a seleção do material que comporá o filme final são, sem muita dificuldade, comparáveis a etapas do trabalho do cientista social: a escolha do objeto de pesquisa, o levantamento de dados, a ida a campo e a volta ao gabinete, onde o material apurado em campo é revisto, reavaliado e selecionado para compor um trabalho final que expõe a tese do pesquisador por meio de uma forma narrativa cuidadosamente elaborada”, dizem os coordenadores. A inovação de abordagem foi premiada pela Associação Brasileira de Antropologia.

 

Você pode ler mais detalhes sobre o curso de pós-graduação em Cinema Documentário na página da FGV no Rio e em SP.

Última atualização: Quarta, 19 Janeiro 2011 17:41