passaporte para fluencia banner

Papa fala a educadores sobre vocações para seminários e uso da internet no sacerdócio

Líderes da educação católica de todo o mundo se reuniram nesta segunda-feira, 7, no Vaticano, com o papa Bento XVI para ouvi-lo dizer que “educação e formação hoje representam um dos desafios mais urgentes que a Igreja e suas instituições são chamadas a enfrentar”.

Ele disse ainda que “a tarefa educacional parece ser cada vez mais árdua, porque, em uma cultura que muitas vezes faz do relativismo seu credo, a luz da verdade está escassa”. Bento XVI também comentou o documento “A internet e a formação nos seminários”, sobre o qual o grupo de educadores iria deliberar em seguida.

Segundo o líder católico, “com discernimento para garantir que seja usada de forma inteligente e prudente, a internet pode ser uma ferramenta útil, não só para os estudos, mas também para o trabalho pastoral dos futuros sacerdotes em vários campos eclesiais, tais como a evangelização, atividade missionária, a catequese, projetos educacionais e administração de instituições. Aqui, também, a presença de formadores bem preparados é de vital importância, pois atuam como guias de fiéis que acompanham os candidatos ao sacerdócio na utilização correta e positiva dos meios de informação”. Ele destacou ainda as iniciativas católicas para incentivar a colaboração entre o Vaticano e as igrejas locais na tarefa vital de promover vocações ao sacerdócio, reconhecendo sua distintiva importância, sem desmerecer a ação leiga.

Sobre as universidades católicas, afirmou: “com sua identidade específica e abertura para a totalidade do ser humano, não podem deixar de promover a unidade do conhecimento, orientando alunos e professores para a Luz do mundo”.

Na conclusão de sua palestra aos educadores católicos, Bento XVI sublinhou “o papel educativo do ensino da religião católica como uma disciplina acadêmica que deve estar em diálogo interdisciplinar com as outras, contribuindo, de fato, não só para o desenvolvimento integral do aluno, mas também para a compreensão dos outros e respeito mútuo. Para alcançar tais objetivos, atenção especial deve ser dada à formação de dirigentes e formadores, não só profissional e tecnicamente, mas também do ponto de vista religioso e espiritual, para que, através do estilo de vida coerente e envolvimento pessoal, a presença de educadores cristãos possa tornar-se uma expressão de amor e um testemunho da verdade”.

Atualizada: Sábado, 20 Setembro 2014 10:00