passaporte para fluencia em ingles banner

Perfil do turista estrangeiro no Brasil

Conhecer o perfil do turista estrangeiro no Brasil é tarefa indispensável daqueles que buscam oportunidades diante do crescente número de pessoas que visitam o país e da expectativa de um aumento com os grandes eventos Copa 2014 e Olimpíadas 2016. Além do fator de geração de renda e desenvolvimento, algumas pessoas das igrejas cristãs estão pensando em como podem aproveitar tal fluxo internacional para compartilhar diretamente a mensagem da Bíblia e a salvação em Cristo para aqueles que ainda não o conhecem, especialmente os que vêm de países de difícil acesso missionário.

 

Por tudo isto, vale estar atento, na segunda-feira, 10, à divulgação pelo ministro do Turismo, Gastão Vieira, e o presidente da Embratur, Flávio Dino, dos resultados da pesquisa Caracterização e Dimensionamento do Turismo Internacional no Brasil. A pesquisa, realizada em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), traz informações do perfil socioeconômico dos visitantes estrangeiros, permanência média no país, gasto de viagens e opinião dos turistas sobre os atrativos e infraestrutura brasileira. A apresentação da pesquisa acontece às 15h em Brasília.

 

E enquanto não chegam esses novos dados, vale lembrar que, em 2010, na África do Sul, foi feita uma pesquisa específica do Perfil do Turista da Copa, que levantou as principais características do público que foi ao mundial da África do Sul. Segundo o estudo da Fundação Getúlio Vargar (FGV) o perfil desse “cliente”, o turista que visita estes eventos esportivos internacionais, é jovem, do sexo masculino, estudado e independente economicamente. Veja os detalhes do estudo:

  • 85% do sexo masculino.
  • 87% pagaram a viagem do próprio bolso.
  • Cerca de 60% solteiros.
  • 54% tem ao menos o ensino superior completo.
  • 83% planejaram conhecer outras atrações e participar de outras atividades no país sede.
  • Gastaram em média R$ 11,4 mil com: alimentação e bebidas, hospedagem, transporte Local, bilhetes para os jogos da Copa e presentes, desconsiderando as despesas com a passagem.
  • 45% entre 25 e 34 anos. Entre 35 e 44 anos, cerca de 25%.

 

Os resultados do estudo vão servir para orientar o planejamento da Copa de 2014 no Brasil.

 

O Brasil receberá aproximadamente 600 mil turistas para a Copa do Mundo de 2014. O Rio de Janeiro deve ser a cidade brasileira que mais receberá estrangeiros: 413 mil. Logo atrás, São Paulo aparece com 258 mil, seguida de Brasília, com 207 mil.

 

Futebol e Negócios - E pra quem também tem negócios a tratar, vale reler o levantamento do Sebrae sobre as oportunidades da Copa para pequenas empresas, que identificou negócios com potencial de sucesso em nove setores da economia relacionados ao evento esportivo.

 

Fontes: FGV/Ministério do Turismo/Sebrae

Atualizada: Sexta, 07 Outubro 2011 17:38