banner entender biblia sagrada estudo bibllico 728x90

Conferência mundial debate estratégias antidrogas

O noticiário tem sido uma demonstração clara e recorrente da mobilização da sociedade contra as drogas. E uma fonte de conhecimento e ideias para o combate ao problema e o socorro aos dependentes químicos. A maior conferência mundial antidrogas, a International Drug Enforcement Conference (Idec) que acontece no Rio de Janeiro, de 27 a 29/4, por exemplo, foi noticiada pelo jornal O Estado de São Paulo, que destacou o confronto de duas abordagens de luta contra o tráfico: “o conceito de “guerra às drogas” centrado nos países produtores” e a “política de corresponsabilidade” com EUA e Europa, que não só consomem como também, agora, de forma crescente, também produzem e exportam drogas sintéticas. A matéria do diário paulista cita o relatório das Nações Unidas de 2009 sobre drogas sintéticas, mostrando que “o crescimento, na América do Sul, do consumo de anfetaminas, meta anfetaminas e ecstasy é superior ao avanço do mercado de cocaína, opiáceos (ópio, morfina e heroína) e maconha”. Outra informação interessante da reportagem é que “a maior parte do ecstasy consumido no Brasil é fabricada na Europa”.

Outras matérias sobre o tema nos últimos dias que merecem atenção:

“Infância e Juventude: Droga compromete reabilitação. Dependência química limita aprendizado de jovens em conflito com a lei e torna recuperação mais difícil.” Publicado em 25/04/2010, NA Gazeta do Povo, de Curitiba, PR. Autora: Denise Paro “O diagnóstico é comum em meninos e meninas atendidos pelos programas socioeducativos Liberdade Assistida (LA) e Pres­tação de Serviço à Comunidade (PSC). Os adolescentes inscritos nestes programas têm de 12 a 18 anos, cometeram atos infracionais, mas cumprem pena em liberdade por determinação da Justiça, ao invés de ficarem internados em centros de socioeducação.” “O médico pediatra e presidente do Conselho Municipal Anti­drogas de Foz do Iguaçu, Camilo Antônio de Lima, explica que a droga causa lesão nos neurônios e compromete o rendimen­­to escolar de crianças e ado­­­lescentes. Segundo o médico, os primeiros neurônios atingidos são aqueles que surgem aos 7 anos e têm relação com o aprendizado cognitivo. Por isso, um dos primeiros sinais do uso de drogas é o desempenho escolar. A criança começa a ir mal na escola e surgem os déficits de aprendizado, por causa das lesões neurológicas.” “Para Lima, é preciso diagnosticar a dependência química o mais cedo possível para que a criança e o adolescente sejam encaminhados ao tratamento. E essa tarefa cabe principalmente aos professores. “A criança que usa droga precisa de um olhar diferente. Ela tem uma doença e precisa ser socorrida o mais cedo possível”, afirma.” 24/04/10 14:36

“Proerd forma mais 3 mil agentes da paz em Boca da Mata” Alagoas em Tempo Real “O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) realizou em 23/4 a formatura de 3 mil crianças e adolescentes no município de Boca da Mata. Na abertura do evento, a estudante Ana Larissa, de 9 anos, demonstrou como o programa atua na prevenção ao uso de drogas. “Aprendi coisas boas, que não podemos utilizar drogas; aprendi ainda que devo aconselhar meus amigos e irmãos. Eu, que já tive um irmão usuário de drogas, sei o sofrimento da minha mãe e não quero que ela sofra isso novamente. Quando eu crescer, vou querer tentar passar meus conhecimentos para todas as crianças do mundo”, alertou Ana Larissa. O texto é parte da da redação feita pela menina, que estuda na Escola Municipal Lagoa do Peri Peri. A praça da Vitória, onde aconteceu o evento, foi, literalmente, invadida por cerca de 3 mil estudantes da rede pública de ensino que participaram da formatura, assistiram à apresentação das Bandas da PM e de Fanfarra de Boca da Mata, e às acrobacias do grupo “Projeto Trampolim”. Os formandos entoaram o “Canto da Paz”, hino do Proerd, com coreografia que encantou o público presente ao evento.”

“Brasil e Paraguai lançam programa de combate às drogas” AFP “Representantes dos governos do Brasil e Paraguai firmaram na sexta-feira (23/4) um programa de cooperação no combate às drogas, o segundo deste tipo entre os dois países, informou o Ministério paraguaio das Relações Exteriores. O programa faz parte do acordo entre os dois países sobre prevenção, controle e repressão ao tráfico de drogas, firmado em 29 de março de 1988.”

“Autoridades já apanharam 110 novas drogas na Europa” por LUÍS MANETA - Diário de Notícias de Portugal “Só em 2009 apareceram 24 novas substâncias psicoactivas. Drogas estão a mudar.”

“Câmara Municipal de Maceió aprova projeto de inclusão social de ex-dependentes químicos” 23.04.2010 | 15h03 - Assessoria “Projeto corresponde à destinação de 5% das vagas de empresas conveniadas com a prefeitura de Maceió para dependentes químicos recuperados”

“Psiquiatra afirma sofrer pressão para internar menores da Cracolândia. Médico que coordenou Caps do Centro de SP disse ter sido afastado. Secretaria não comenta; para MP, laudo médico precisa ser respeitado.” Mariana Oliveira Do G1, em São Paulo

“Universidade dá atendimento a pais e dependentes de drogas em SP. Reuniões ajudam na orientação de como agir para ajudar jovens. Programa da Unifesp é gratuito.” 22/04/2010 13h22 - Atualizado em 22/04/2010 13h43 Do G1, com informações do Jornal Hoje

“Maranhão lança programa de combate às drogas” 23 de Abril de 2010 “O programa (do governo do Estado) prevê a criação de iniciativas para prevenir e tratar os dependentes, além de aumentar o rigor contra o tráfico de entorpecentes. As polícias Civil, Militar e Federal, Ministério Público, universidades e organizações religiosas também serão convidados a participar das ações.”

“Pacto federativo de combate à drogas na Grande Vitória” 19/04/2010 - 18h49 (Redação Multimídia - gazeta online) “A partir desta terça-feira (20), os governos Federal e Estadual e as prefeituras de cinco municípios da Grande Vitória vão desenvolver "Ações Integradas na Prevenção ao Uso de Drogas e à Violência". O programa prevê ações de natureza preventiva, como de tratamento e reinserção social, visando à redução da criminalidade associada ao uso indevido de álcool e outras drogas; o fortalecimento da rede social e de saúde; e o melhor acesso aos serviços públicos. Simultaneamente, os órgãos de segurança pública intensificarão as ações de repressão ao tráfico de drogas.”

“Drogas, ingenuidade que mata” 19 de abril de 2010 | 0h 00 Carlos Alberto Di Franco - O Estado de S.Paulo “A psiquiatra mexicana Nora Volkow é uma referência na pesquisa da dependência química no mundo. Foi quem primeiro usou a tomografia para comprovar as consequências do uso de drogas no cérebro. Desde 2003 na direção do Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas, nos Estados Unidos, Volkow esteve no Brasil para uma palestra na Universidade Federal de São Paulo. Dias antes de chegar, falou à revista Veja, por telefone, de seu escritório em Rockville, próximo a Washington. No momento em que recrudesce a campanha para a descriminalização das drogas, suas palavras são uma forte estocada nas opiniões ingênuas e nos argumentos politicamente corretos.” “Veja, acertadamente, trouxe à baila recente crime que chocou a sociedade. Glauco Villas Boas e seu filho foram mortos por um jovem com sintomas de esquizofrenia e que usava constantemente maconha e dimetiltriptamina (DMT) na forma de um chá conhecido como Santo Daime. "Que efeito essas drogas têm sobre um cérebro esquizofrênico?" A resposta foi clara e direta: "Portadores de esquizofrenia têm propensão à paranoia e tanto a maconha quanto a DMT (presente no chá do Santo Daime) agravam esse sintoma, além de aumentarem a profundidade e a frequência das alucinações. Drogas que produzem psicoses por si próprias, como metanfetamina, maconha e LSD, podem piorar a doença mental de uma forma abrupta e veloz", sublinhou a pesquisadora.” “Quer dizer, uma eventual descriminalização das drogas facilitaria o consumo das substâncias. Aplainado o caminho de acesso às drogas, os portadores de esquizofrenia teriam, em princípio, maior probabilidade de surtar e, consequentemente, de praticar crimes e ações antissociais. Ao que tudo indica, foi o que aconteceu com o jovem assassino do cartunista. A suposição, muito razoável, é um tiro de morte no discurso da ingenuidade.” (...) “As drogas estão matando a juventude. A dependência química não admite discursos ingênuos, mas ações firmes e investimentos na prevenção e recuperação de dependentes.”

“Maitê Proença fala abertamente sobre drogas em entrevista” 19.04.2010 Do EGO, em São Paulo “Em entrevista do "Jornal da Tarde", Maitê Proença falou abertamento sobre drogas. Admitiu ter usado, mas ter passado dessa fase. "Eu não tenho mais vontade, não me interesso mais", disse, após refletir sobre o que os narcóticos representaram para sua geração.” “As drogas são uma questão da minha geração. Você viajava pelo seu inconsciente. Era uma busca do ser, entendeu? Quem diz que não foi drogado ou está mentindo ou era pouco curioso. Aquilo lá era para você investigar o seu ser. E se aquilo fazia parte de um movimento pela liberdade e pela paz, por que não experimentar?", falou Maitê, que também fez um paralelo entre a sua época e os dias atuais. "Aquelas drogas tinham uma aura muito mais interessante do que hoje, que você sabe que estará dando dinheiro ao tráfico.”

“Prevenção e combate às drogas é tema de fórum na Capital do MS” Segunda-feira, 19 de abril de 2010 08:45 Da redação, Com informações de assessoria - Correio do Estado - Campo Grande/MS “A prevenção, tratamento e redução da oferta de drogas são algumas das propostas que serão discutidas durante o 1° Fórum Regional de Políticas Públicas Sobre Drogas, que será realizado no dia 28 deste mês, em Campo Grande. O encontro será promovido pela Secretaria Municipal de Políticas de Ações Sociais e Cidadania (SAS), Conselho Estadual Antidrogas (Cead) e Conselho Municipal Antidrogas (Comad) e abordará os temas “Prevenção escola família – Comunidade, pesquisa e estudos”; “Tratamento, redução de danos sociais e saúde – Reinserção social” e “Segurança e redução de oferta – Legislação brasileira sobre drogas”.”

Atualizada: Quinta, 17 Julho 2014 23:08