Como Enfrentar o Desemprego com a Bíblia e Sair da Crise com Atitude Cristã...

  • Por Pr Lenildo Medeiros
  • Publicado em economia
  •  
Desemprego na Bíblia e a espinhosa rotina de procurar uma vaga de trabalho: o importante é agir, não desistir e ter a bênção de Deus! Desemprego na Bíblia e a espinhosa rotina de procurar uma vaga de trabalho: o importante é agir, não desistir e ter a bênção de Deus!

"Estou desempregado, e já não sei mais o que fazer". Se você chegou aqui desse jeito, seguem algumas dicas poderosas da Bíblia sobre como vencer o desemprego, respostas bíblicas para o Senhor Deus ajudá-lo/a a encontrar saída e superar esta situação de crise na vida de sua família.

A Palavra de Deus oferece princípios, orientações e valores, assim como indicações de formas ou maneiras eficazes, para superar e vencer qualquer crise, inclusive a econômica e da falta de vagas de trabalho.

Mas, se você não crê em Deus e na sua Palavra (e deixou a ideologia tomar conta do seu Cristianismo), nem continue a leitura!

 

>> Quer ter SEU PRÓPRIO NEGÓCIO A PARTIR DO ZERO? >> Quer ter uma renda temporária vendendo algo enquanto não consegue emprego? >> Quer que seu currículo seja notado/a pelo empregador/a? >> Quer aprender como se sair bem numa entrevista de emprego? >> Quer aprender como reorganizar sua vida financeira no meio da crise? >> Quer passar em concurso público? DICAS Exclusivas Gratuitas Por Email!

** Receba Mais Dicas Para Vencer a Crise!

 

O que significa o desemprego na vida das pessoas

O desempregado é afligido por vários sentimentos negativos: medo do futuro, de não conseguir dar de comer aos filhos, de não ter o básico para viver, de ficar com o nome sujo, de não conseguir mais honrar seus compromissos.

Tomam conta da sua mente e coração coisas como:

  • Desesperança,
  • desânimo,
  • sentimentos de impotência,
  • insegurança,
  • pessimismo,
  • falta de coragem,
  • vergonha,
  • auto-estima baixa (se sente inútil),
  • ansiedade
  • e a perda do sono.

E quando tudo isso continua por muito tempo, vai adoecendo a pessoa pouco a pouco. Sair de casa toda manhã para bater em portas pedindo emprego, e vê-las continuar fechadas, é uma experiência cuja dor só conhece aquele que já vivenciou o problema.

A economia brasileira segue em crise, e o desemprego bate recordes. Já está chegando perto de 14 milhões o número de brasileiros desempregados (2018), e o problema vem tirando a paz e a felicidade de muita gente, especialmente das famílias.

Além destes, existem 6 milhões de pessoas subocupadas e quase 5 milhões de desalentados, aqueles que desistiram de procurar emprego, totalizando 25 milhões de pessoas e famílias afetadas pela terrível crise econômica que se abateu sobre o Brasil nos últimos anos.

Versículos bíblicos de confiança em Deus quando no flagelo do desemprego

A falta de empregos e a crise econômica afetam o indivíduo, a família, a igreja, a sociedade em geral. No entanto, para uma pessoa que professa a fé cristã, é bom saber que princípios e valores da fé cristã, o estudo da Bíblia, a mensagem do Evangelho e a Igreja, no cumprimento da missão, podem ajudar a lidar com o problema.

Primeira palavra bíblica de conforto é saber que Deus não abandona seus filhos, mesmo que pareça em alguns momentos de pior crise. Leia Mateus 6:25-34 e medite, especialmente, nos versículos 33 e 34 que dizem:

"Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis pois pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal".

Para você que está em dúvida se deve insistir na procura de uma vaga ou oportunidade, e quer saber como nunca desistir, aprenda com Jesus:

"Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á" (Mateus 7:7).

Outra coisa é lembrar do que a Bíblia diz sobre a vontade de Deus na vida dos seus filhos:

"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito" (Romanos 8:28).

Deus sabe que você precisa de sustentar sua família, que tem necessidades básicas... Também por isso, sempre diga, confiantemente, como Habacuque, que escolheu reagir positivamente, independentemente das circunstâncias:

"Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, 18 todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação" (Habacuque 3:17-19).

Você pode estar dizendo: é muito fácil ficar relacionando versículos bíblicos de confiança quando não está passando pelo problema. Contudo, esse tipo de raciocínio não vai levar você a lugar algum. O melhor é manter-se atento ao que diz a Palavra de Deus, pois Ele é "Jeová Jiré", que significa: Deus proverá!

Baseado nisso, não permita que sentimentos negativos afetem sua auto estima e perseverança, nem os seus relacionamentos.

Mantenha a esperança e a fé no Deus que já está te fazendo vencedor, ainda que a vitória final demore só mais um pouquinho. O contrário disso pode levar você a ficar imobilizado, sem saber o que e como fazer.

É preciso confiar em Deus e continuar fazendo a sua parte. Não espere sentado no sofá, dentro de casa, o telefone tocar. Vá atrás de quem pode ter uma vaga de emprego e convença essa pessoa de que você é a melhor pessoa para preencher os requisitos de que o empregador necessita.

Palavras de conforto da Bíblia. Creia!

Quando uma pessoa com fé em Deus encontra-se neste vale, da rotina diária de procurar emprego, sem sucesso, ela pode se perguntar: a Bíblia tem algo a me dizer sobre isso?

Tem muito a dizer.

Desde o início, na Bíblia, o emprego de recursos humanos no desempenho de tarefas é importante. Na Criação, em Gênesis 1 e 2, Adão e Eva no Éden tinham um trabalho a realizar: cuidar do jardim e cultivá-lo.

Mesmo antes de o Homem pecar, isso já era assim, ou seja, trabalhar é algo bom para os seres humanos, algo que Deus criou.

Depois da desobediência, o que aconteceu foi a consequência do pecado, e ela se manifesta nos sofrimentos, no cansaço e na exaustão para conseguir o pão cotidiano, o que está registrado nas expressões "espinhos e cardos" e "com o suor do teu rosto" de Gênesis 3:17-18. Isso nada tem a ver com o conceito de trabalho em si, que deve ser visto como algo bom.

Outro texto importante sobre trabalho (e emprego) na Bíblia encontra-se em 1 Timóteo 5:8, onde está escrito sobre a obrigação de prover o sustento e proteção da família:

"Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel".

"O trabalho dignifica o homem": busque a excelência em tudo o que faz

Trabalhar é descrito na Bíblia como algo bom também porque é a forma como satisfazemos as necessidades básicas de indivíduos e famílias:

"Em todo trabalho há proveito, mas ficar só em palavras leva à pobreza"; "...desfrute do bem do seu trabalho... isto vem da mão de Deus" (Provérbios 14:23 e Eclesiastes 2:24, 3:13 e 5:18-19).

Além disso, é com os frutos da vida profissional que alguém consegue os meios para ajudar o próximo com mais necessidade que ele (Efésios 4: 28).

E como não citar aqui também o que Paulo disse aos crentes em Tessalônica?

"Se alguém não quiser trabalhar, também não coma" (2 Tessalonicenses 3:10b).

Além de tantas outras, estas afirmações bíblicas são mais motivos para não ficar parado nem desistir de buscar novas oportunidades de emprego (Provérbios 6:9-11).

Também é Palavra do Senhor o compromisso com a realização do seu melhor sempre, mesmo que para outras pessoas desfrutarem:

"Sirvam aos seus senhores de boa vontade, como servindo ao Senhor, e não aos homens, porque vocês sabem que o Senhor recompensará cada um..." (Efésios 6:7-8).

Em Provérbios, o Espírito Santo fala também através da seguinte palavra de sabedoria a respeito do modo como trabalhamos:

"O que trabalha com mão enganosa, empobrece, mas a mão dos diligentes enriquece" (Provérbios 10, verso 4).

Na Epístola de Tiago 5:4, há uma palavra aos patrões:

"O salário dos trabalhadores que ceifaram os seus campos, e que vocês retiveram com fraude, está clamando contra vocês. O lamento dos ceifeiros chegou aos ouvidos do Senhor dos Exércitos".

Para os que não conseguem dormir por causa das preocupações com as dívidas e a expectativa de escassez.

Sobre o dia de amanhã, há vários textos bíblicos de conforto e estímulo à confiança em Deus, entre eles:

"Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus" (Filipenses 4:6,7).

Fixe o seu pensamento em versículos da Bíblia que antecipam o resultado positivo e dão conforto:

"Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem" (Salmo 128:2).

O salmista ajuda você a entender um dos possíveis motivos do que está acontecendo:

"Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos" (Salmo 119:71).

Além da questão individual e motivacional, o problema do desemprego deve ser analisado do ponto de vista do papel da religião, da fé cristã, e da função da igreja nessa hora.

O que cada um destes elementos, de grande importância na vida de qualquer cristão, pode fazer numa hora destas, de tamanha recessão da economia nacional, com graves consequências para a vida das famílias brasileiras?

Versículos bíblicos para os desempregados

  • "Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo" (Colossenses 3:23-24).
  • "E o seu senhor lhe disse: ‘Bem está, servo bom e fiel! Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor!" (Mateus 25:21).
  • “Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes (assíduos) na oração” (Romanos 12:12).
  • "Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel, e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar" (I Coríntios 10:13).
  • “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade (as preocupações), porque ele tem cuidado de vós” (I Pedro 5:7).
  • "Fui moço e já, agora, sou velho, porém jamais vi o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão" (Salmo 37:25).
  • "O preguiçoso deseja, e nada tem. mas a alma dos diligentes se farta" (Provérbios 13:4).
  • "... para Deus tudo é possível" (Mateus 19:26b).
  • "E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê" (Marcos 9:23).
>> Quer ter SEU PRÓPRIO NEGÓCIO A PARTIR DO ZERO? >> Quer ter uma renda temporária vendendo algo enquanto não consegue emprego? >> Quer que seu currículo seja notado/a pelo empregador/a? >> Quer aprender como se sair bem numa entrevista de emprego? >> Quer aprender como reorganizar sua vida financeira no meio da crise? >> Quer passar em concurso público? DICAS Exclusivas Gratuitas Por Email!

** Receba Mais Dicas Para Vencer a Crise!

fila desempregados

Desemprego no Brasil atualmente: causas e consequências

Vamos olhar mais detidamente para o problema do desemprego na essência, suas causas e consequências.

A crise econômica é a principal causa do desemprego. Há uma grande procura por trabalho associada a uma pequena oferta de vagas, e isto inibe a perspectiva de geração de novas e suficientes oportunidades de emprego.

Ou seja, a população cresce, cada vez mais pessoas ingressam na idade de trabalhar, e, como o consumidor não tem confiança para comprar nada, nem à vista, muito menos parcelado, a recessão vai minguando tudo, as vendas do comércio despencam, cai o faturamento do setor de serviços, da indústria, da construção civil, e até da agricultura.

Num efeito cascata, tudo isso, obviamente, impede a criação de postos de trabalho, além de reduzir o número dos que já existem (cada dia mais pessoas são demitidas por empresas em contenção de despesas por causa de grande queda no faturamento). Como se diz: o que surge daí é gente demais para vagas de menos (qualquer anúncio de emprego e lá estão as enormes filas!).

Mas, apesar de a crise econômica ser a principal vilã do desemprego, não se deve deixar de mencionar outros motivos.

O desempregado e sua família

"Estou desempregado há tanto tempo, sempre correndo atrás, entregando currículos, fazendo entrevistas, que já estou desanimando... E o pior é que minha família já está perdendo a paciência comigo, e já me chama de burro e preguiçoso. O clima azedou de vez quando começou a faltar o leite das crianças e o senhorio ameaçou tirar a gente de casa se não pagar o aluguel. Sem falar que as contas continuam a chegar e conciliar o sono fica cada vez mais difícil."

Perder o emprego e demorar a conseguir outro é uma situação que afeta a paz de qualquer lar. Tem gente que fica totalmente desorientado/a, sem saber o que fazer.

Mas a união é fundamental num momento de crise.

O livro bíblico de Eclesiastes 4:9-12 diz:

"Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante. Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará? Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade."

Veja o que pode estar atrapalhando (humanamente falando, o que é muito importante de descobrir) sua recolocação profissional e a vitória da reconquista de trabalho e renda, que trazem autonomia e sentimento de liberdade para a pessoa que antes estava, como se diz, na "rua da amargura":

  • As barreiras da baixa empregabilidade,
  • escolaridade insuficiente,
  • falta de informação e acessos,
  • negatividade,
  • pessimismo,
  • as racionalizações de ficar achando culpados (do governo, dos políticos, daquele cara do antigo emprego etc etc)...

Infelizmente, é também grande a lista de possíveis consequências negativas do desemprego para aqueles que não suportam ver o tempo passar sem uma solução concreta à vista:

  • alcoolismo e até drogas,
  • violência,
  • prostituição,
  • depressão e ansiedade,
  • casamentos desfeitos,
  • mudanças bruscas de cidade,
  • sentimentos de culpa,
  • dependência externa,
  • crescimento da economia informal, os chamados "bicos",
  • o jogo, que ilude a pessoa que pensa e acredita no ganho fácil,
  • viver uma vida de favores etc

O papel da Igreja junto ao desempregado

Pode um desempregado manter a fé e a confiança em Deus? Qual o papel da igreja neste tipo de situação? Com certeza, animar, encorajar, estimular e orientar devem ser relacionadas numa possível resposta.

Força e Coragem: Você, sua Família e a Igreja contra o Desalento!

Temos falado sobre como é importante que você esteja se fortalecendo espiritualmente, que sua família participe positivamente e que a igreja ajude, para que se saiba como não entrar em depressão.

Familiares, pastores, pregadores, obreiros e conselheiros deveriam, por exemplo, saber bem como incentivar as pessoas a não desistirem, a buscarem alternativas e a terem mais iniciativa, pensando fora da caixa, e até inovando.

Uma saudável tendência, já existente no mercado (segundo o IBGE): a dos trabalhadores que passam a montar seu próprio negócio, que vão tentar ganhar a vida por conta própria, e esqueçam um pouco essa neura da carteira assinada, e passem a se pautar pelo empreendedorismo, mesmo que começando muito pequenininho.

Oração do desempregado

Nenhum cristão hoje em dia pode esquecer da importância de fazer oração pelos desempregados do Brasil e do mundo.

O Senhor está atento ao clamor do seu povo pelas famílias que sofrem com a falta de renda familiar. Ore pelo desempregado e seus familiares, para que tenham perseverança e sabedoria nesta hora difícil, e que a situação da economia melhore e também favoreça aos que buscam uma saída.

Isso inclui orar pela movimentação dinâmica da economia do País, pelo fim daquilo que emperra o crescimento e o que causa a crise econômica no Brasil. Ore para que Deus acelere as mudanças necessárias para estarmos saindo da crise.

Também são bons motivos para o cristão orar: que saibamos o que fazer em tempos de crise, oração pelo Brasil, para sair da crise, e para que a geração de vagas de emprego vá voltando ao normal o mais rápido possível.

Será que você é chamado ao ministério?

Sim. E não.

Calma nessa hora. Um cuidado é necessário.

Não confunda as coisas, achando que, só porque tudo está difícil, isto significa que Deus o/a está chamando "para a obra", no sentido mais tradicional e comum. Nem sempre é assim, ou melhor, na MAIORIA das vezes passa longe disso!

Há tempo pra tudo. Tempo de visitar hospital e presídio, tempo de orar no monte e tempo de ser missionário. Mas faça esse tipo de coisa voluntariamente, para Deus e pelo próximo, sem querer ganhar dinheiro com isso. E use a maior parte do tempo para buscar seu sustento com trabalho.

Você não pode fazer só a "obra" e não buscar soluções práticas para sua vida financeira, com trabalho secular (até porque, lá você também representa a Cristo e dá testemunho com sua correção e empenho).

Antigamente, no tempo dos reis e castelos, todos que escolhiam fazer a obra de Deus tinham que deixar seu trabalho secular, e até sua família e lazer, para dedicar-se exclusivamente à oração, meditação e devoção espiritual. Tinha que entrar para um mosteiro.

Lutero era um monge quando descobriu, através do estudo das Sagradas Escrituras, aquilo que chamou de “doutrina da vocação”. Por isso, a resposta é "sim" à pergunta se somos chamados. Todos os cristãos nascidos de novo são.

Com descobertas teológicas como esta de Lutero, hoje podemos afirmar que todo homem é vocacionado por Deus para um ofício, ou seja, todo tipo de atividade profissional tem uma dimensão sagrada e missional.

Seja você um técnico em química, advogado, gerente comercial, engraxate, varredor de ruas, jornalista ou pastor, quanto estiver trabalhando, faça o que você sabe fazer para a glória de Deus e pelo Reino do Senhor! Esta é uma atitude essencial a se manter, mesmo quando desempregado.

Em qualquer área profissional você terá oportunidades de servir a Deus e ao próximo, como a si mesmo...

Assim, estas são a nossa maneira de entender o tema do desemprego na Bíblia e de como o desempregado ou a desempregada pode enfrentar e vencer este problema com inteligência, perseverança e a bênção de Deus.

>> Quer ter SEU PRÓPRIO NEGÓCIO A PARTIR DO ZERO? >> Quer ter uma renda temporária vendendo algo enquanto não consegue emprego? >> Quer que seu currículo seja notado/a pelo empregador/a? >> Quer aprender como se sair bem numa entrevista de emprego? >> Quer aprender como reorganizar sua vida financeira no meio da crise? >> Quer passar em concurso público? DICAS Exclusivas Gratuitas Por Email!

** Receba Mais Dicas Para Vencer a Crise!
Atualizada: Quinta, 18 Outubro 2018 11:23