[Respostas Bíblicas para] Como enfrentar o desemprego?

Desemprego na Bíblia e a espinhosa rotina de procurar uma vaga de trabalho: o importante é agir, não desistir e ter a bênção de Deus! Desemprego na Bíblia e a espinhosa rotina de procurar uma vaga de trabalho: o importante é agir, não desistir e ter a bênção de Deus!

"Estou desempregado, e já não sei mais o que fazer". Se você chegou aqui desse jeito, seguem algumas dicas poderosas sobre desemprego na Bíblia para ajudá-lo/a a encontrar saída e superar tal situação e a crise do desemprego em sua vida.

A Palavra de Deus oferece princípios, orientações e valores, assim como indicações de formas ou maneiras eficazes, para superar e vencer qualquer crise, inclusive a econômica e da falta de vagas de trabalho.

Mas, se você não crê em Deus e na sua Palavra (e deixou a ideologia tomar conta do seu Cristianismo), nem continue a leitura!

O que significa o desemprego na vida das pessoas

O desempregado é afligido por vários sentimentos negativos: medo do futuro, de não conseguir dar de comer aos filhos, de não ter o básico para viver, de ficar com o nome sujo, de não conseguir mais honrar seus compromissos.

Tomam conta da sua mente e coração coisas como:

  • Desesperança,
  • desânimo,
  • sentimentos de impotência,
  • insegurança,
  • pessimismo,
  • falta de coragem,
  • vergonha,
  • auto-estima baixa (se sente inútil),
  • ansiedade
  • e a perda do sono.

E quando tudo isso continua por muito tempo, vai adoecendo a pessoa pouco a pouco. Sair de casa toda manhã para bater em portas pedindo emprego, e vê-las continuar fechadas, é uma experiência cuja dor só conhece aquele que já vivenciou o problema.

A economia brasileira segue em crise, e o desemprego bate recordes. Já está chegando perto de 14 milhões o número de brasileiros desempregados (2018), e o problema vem tirando a paz e a felicidade de muita gente, especialmente das famílias.

Além destes, existem 6 milhões de pessoas subocupadas e quase 5 milhões de desalentados, aqueles que desistiram de procurar emprego, totalizando 25 milhões de pessoas e famílias afetadas pela terrível crise econômica que se abateu sobre o Brasil nos últimos anos.

Versículos bíblicos de confiança em Deus quando no flagelo do desemprego

A falta de empregos e a crise econômica afetam o indivíduo, a família, a igreja, a sociedade em geral. No entanto, para uma pessoa que professa a fé cristã, é bom saber que princípios e valores da fé cristã, o estudo da Bíblia, a mensagem do Evangelho e a Igreja, no cumprimento da missão, podem ajudar a lidar com o problema.

Primeira palavra bíblica de conforto é saber que Deus não abandona seus filhos, mesmo que pareça em alguns momentos de pior crise. Leia Mateus 6:25-34 e medite, especialmente, nos versículos 33 e 34 que dizem:

"Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis pois pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal".

Para você que está em dúvida se deve insistir na procura de uma vaga ou oportunidade, e quer saber como nunca desistir, aprenda com Jesus:

"Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á" (Mateus 7:7).

Outra coisa é lembrar do que a Bíblia diz sobre a vontade de Deus na vida dos seus filhos:

"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito" (Romanos 8:28).

Deus sabe que você precisa de sustentar sua família, que tem necessidades básicas... Também por isso, sempre diga, confiantemente, como Habacuque, que escolheu reagir positivamente, independentemente das circunstâncias:

"Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, 18 todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação" (Habacuque 3:17-19).

Você pode estar dizendo: é muito fácil ficar relacionando versículos bíblicos de confiança quando não está passando pelo problema. Contudo, esse tipo de raciocínio não vai levar você a lugar algum. O melhor é manter-se atento ao que diz a Palavra de Deus, pois Ele é "Jeová Jiré", que significa: Deus proverá!

Baseado nisso, não permita que sentimentos negativos afetem sua auto estima e perseverança, nem os seus relacionamentos.

Mantenha a esperança e a fé no Deus que já está te fazendo vencedor, ainda que a vitória final demore só mais um pouquinho. O contrário disso pode levar você a ficar imobilizado, sem saber o que e como fazer.

É preciso confiar em Deus e continuar fazendo a sua parte. Não espere sentado no sofá, dentro de casa, o telefone tocar. Vá atrás de quem pode ter uma vaga de emprego e convença essa pessoa de que você é a melhor pessoa para preencher os requisitos de que o empregador necessita.

Palavras de conforto da Bíblia. Creia!

Quando uma pessoa com fé em Deus encontra-se neste vale, da rotina diária de procurar emprego, sem sucesso, ela pode se perguntar: a Bíblia tem algo a me dizer sobre isso?

Tem muito a dizer.

Desde o início, na Bíblia, o emprego de recursos humanos no desempenho de tarefas é importante. Na Criação, em Gênesis 1 e 2, Adão e Eva no Éden tinham um trabalho a realizar: cuidar do jardim e cultivá-lo.

Mesmo antes de o Homem pecar, isso já era assim, ou seja, trabalhar é algo bom para os seres humanos, algo que Deus criou.

Depois da desobediência, o que aconteceu foi a consequência do pecado, e ela se manifesta nos sofrimentos, no cansaço e na exaustão para conseguir o pão cotidiano, o que está registrado nas expressões "espinhos e cardos" e "com o suor do teu rosto" de Gênesis 3:17-18. Isso nada tem a ver com o conceito de trabalho em si, que deve ser visto como algo bom.

Outro texto importante sobre trabalho (e emprego) na Bíblia encontra-se em 1 Timóteo 5:8, onde está escrito sobre a obrigação de prover o sustento e proteção da família:

"Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel".

"O trabalho dignifica o homem": busque a excelência em tudo o que faz

 

Está desempregado/a e não sabe o que fazer para ganhar dinheiro? Tem dificuldade para fazer seu currículo ser notado/a pelo empregador/a? Precisa aprender como ter sucesso numa entrevista de emprego? Não sabe como reorganizar sua vida financeira no meio da crise? Sonha um dia passar em concurso público? Receba DICAS para ENFRENTAR O DESEMPREGO.

Trabalhar é descrito na Bíblia como algo bom também porque é a forma como satisfazemos as necessidades básicas de indivíduos e famílias:

"Em todo trabalho há proveito, mas ficar só em palavras leva à pobreza"; "...desfrute do bem do seu trabalho... isto vem da mão de Deus" (Provérbios 14:23 e Eclesiastes 2:24, 3:13 e 5:18-19).

Além disso, é com os frutos da vida profissional que alguém consegue os meios para ajudar o próximo com mais necessidade que ele (Efésios 4: 28).

E como não citar aqui também o que Paulo disse aos crentes em Tessalônica?

"Se alguém não quiser trabalhar, também não coma" (2 Tessalonicenses 3:10b).

Além de tantas outras, estas afirmações bíblicas são mais motivos para não ficar parado nem desistir de buscar novas oportunidades de emprego (Provérbios 6:9-11).

Também é Palavra do Senhor o compromisso com a realização do seu melhor sempre, mesmo que para outras pessoas desfrutarem:

"Sirvam aos seus senhores de boa vontade, como servindo ao Senhor, e não aos homens, porque vocês sabem que o Senhor recompensará cada um..." (Efésios 6:7-8).

Em Provérbios, o Espírito Santo fala também através da seguinte palavra de sabedoria a respeito do modo como trabalhamos:

"O que trabalha com mão enganosa, empobrece, mas a mão dos diligentes enriquece" (Provérbios 10, verso 4).

Na Epístola de Tiago 5:4, há uma palavra aos patrões:

"O salário dos trabalhadores que ceifaram os seus campos, e que vocês retiveram com fraude, está clamando contra vocês. O lamento dos ceifeiros chegou aos ouvidos do Senhor dos Exércitos".

Para os que não conseguem dormir por causa das preocupações com as dívidas e a expectativa de escassez do dia de amanhã, há vários textos bíblicos de conforto e estímulo à confiança em Deus, entre eles:

"Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus" (Filipenses 4:6,7).

Fixe o seu pensamento em versículos da Bíblia que antecipam o resultado positivo e dão conforto:

"Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem" (Salmo 128:2).

O salmista ajuda você a entender um dos possíveis motivos do que está acontecendo:

"Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos" (Salmo 119:71).

Além da questão individual e motivacional, o problema do desemprego deve ser analisado do ponto de vista do papel da religião, da fé cristã, e da função da igreja nessa hora.

O que cada um destes elementos, de grande importância na vida de qualquer cristão, pode fazer numa hora destas, de tamanha recessão da economia nacional, com graves consequências para a vida das famílias brasileiras?

Versículos bíblicos para os desempregados

  • "Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo" (Colossenses 3:23-24).
  • "E o seu senhor lhe disse: ‘Bem está, servo bom e fiel! Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor!" (Mateus 25:21).
  • “Sede alegres na esperança, pacientes na tribulação e perseverantes (assíduos) na oração” (Romanos 12:12).
  • "Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel, e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar" (I Coríntios 10:13).
  • “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade (as preocupações), porque ele tem cuidado de vós” (I Pedro 5:7).
  • "Fui moço e já, agora, sou velho, porém jamais vi o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão" (Salmo 37:25).
  • "O preguiçoso deseja, e nada tem. mas a alma dos diligentes se farta" (Provérbios 13:4).
  • "... para Deus tudo é possível" (Mateus 19:26b).
  • "E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê" (Marcos 9:23).

fila desempregados

Desemprego no Brasil atualmente: causas e consequências

Vamos olhar mais detidamente para o problema do desemprego na essência, suas causas e consequências.

A crise econômica é a principal causa do desemprego. Há uma grande procura por trabalho associada a uma pequena oferta de vagas, e isto inibe a perspectiva de geração de novas e suficientes oportunidades de emprego.

Ou seja, a população cresce, cada vez mais pessoas ingressam na idade de trabalhar, e, como o consumidor não tem confiança para comprar nada, nem à vista, muito menos parcelado, a recessão vai minguando tudo, as vendas do comércio despencam, cai o faturamento do setor de serviços, da indústria, da construção civil, e até da agricultura.

Num efeito cascata, tudo isso, obviamente, impede a criação de postos de trabalho, além de reduzir o número dos que já existem (cada dia mais pessoas são demitidas por empresas em contenção de despesas por causa de grande queda no faturamento). Como se diz: o que surge daí é gente demais para vagas de menos (qualquer anúncio de emprego e lá estão as enormes filas!).

Mas, apesar de a crise econômica ser a principal vilã do desemprego, não se deve deixar de mencionar outros motivos.

O desempregado e sua família

"Estou desempregado há tanto tempo, sempre correndo atrás, entregando currículos, fazendo entrevistas, que já estou desanimando... E o pior é que minha família já está perdendo a paciência comigo, e já me chama de burro e preguiçoso. O clima azedou de vez quando começou a faltar o leite das crianças e o senhorio ameaçou tirar a gente de casa se não pagar o aluguel. Sem falar que as contas continuam a chegar e conciliar o sono fica cada vez mais difícil."

Perder o emprego e demorar a conseguir outro é uma situação que afeta a paz de qualquer lar. Tem gente que fica totalmente desorientado/a, sem saber o que fazer.

Mas a união é fundamental num momento de crise.

O livro bíblico de Eclesiastes 4:9-12 diz:

"Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante. Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará? Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade."

Veja o que pode estar atrapalhando (humanamente falando, o que é muito importante de descobrir) sua recolocação profissional e a vitória da reconquista de trabalho e renda, que trazem autonomia e sentimento de liberdade para a pessoa que antes estava, como se diz, na "rua da amargura":

  • As barreiras da baixa empregabilidade,
  • escolaridade insuficiente,
  • falta de informação e acessos,
  • negatividade,
  • pessimismo,
  • as racionalizações de ficar achando culpados (do governo, dos políticos, daquele cara do antigo emprego etc etc)...

Infelizmente, é também grande a lista de possíveis consequências negativas do desemprego para aqueles que não suportam ver o tempo passar sem uma solução concreta à vista:

  • alcoolismo e até drogas,
  • violência,
  • prostituição,
  • depressão e ansiedade,
  • casamentos desfeitos,
  • mudanças bruscas de cidade,
  • sentimentos de culpa,
  • dependência externa,
  • crescimento da economia informal, os chamados "bicos",
  • o jogo, que ilude a pessoa que pensa e acredita no ganho fácil,
  • viver uma vida de favores etc

O papel da Igreja junto ao desempregado

Pode um desempregado manter a fé e a confiança em Deus? Qual o papel da igreja neste tipo de situação? Com certeza, animar, encorajar, estimular e orientar devem ser relacionadas numa possível resposta.

Força e Coragem: Você, sua Família e a Igreja contra o Desalento!

Temos falado sobre como é importante que você esteja se fortalecendo espiritualmente, que sua família participe positivamente e que a igreja ajude, para que se saiba como não entrar em depressão.

Familiares, pastores, pregadores, obreiros e conselheiros deveriam, por exemplo, saber bem como incentivar as pessoas a não desistirem, a buscarem alternativas e a terem mais iniciativa, pensando fora da caixa, e até inovando.

Uma saudável tendência, já existente no mercado (segundo o IBGE): a dos trabalhadores que passam a montar seu próprio negócio, que vão tentar ganhar a vida por conta própria, e esqueçam um pouco essa neura da carteira assinada, e passem a se pautar pelo empreendedorismo, mesmo que começando muito pequenininho.

Oração do desempregado

Nenhum cristão hoje em dia pode esquecer da importância de fazer oração pelos desempregados do Brasil e do mundo.

O Senhor está atento ao clamor do seu povo pelas famílias que sofrem com a falta de renda familiar. Ore pelo desempregado e seus familiares, para que tenham perseverança e sabedoria nesta hora difícil, e que a situação da economia melhore e também favoreça aos que buscam uma saída.

Isso inclui orar pela movimentação dinâmica da economia do País, pelo fim daquilo que emperra o crescimento e o que causa a crise econômica no Brasil. Ore para que Deus acelere as mudanças necessárias para estarmos saindo da crise.

Também são bons motivos para o cristão orar: que saibamos o que fazer em tempos de crise, oração pelo Brasil, para sair da crise, e para que a geração de vagas de emprego vá voltando ao normal o mais rápido possível.

Será que você é chamado ao ministério?

Sim. E não.

Calma nessa hora. Um cuidado é necessário.

Não confunda as coisas, achando que, só porque tudo está difícil, isto significa que Deus o/a está chamando "para a obra", no sentido mais tradicional e comum. Nem sempre é assim, ou melhor, na MAIORIA das vezes passa longe disso!

Há tempo pra tudo. Tempo de visitar hospital e presídio, tempo de orar no monte e tempo de ser missionário. Mas faça esse tipo de coisa voluntariamente, para Deus e pelo próximo, sem querer ganhar dinheiro com isso. E use a maior parte do tempo para buscar seu sustento com trabalho.

Você não pode fazer só a "obra" e não buscar soluções práticas para sua vida financeira, com trabalho secular (até porque, lá você também representa a Cristo e dá testemunho com sua correção e empenho).

Antigamente, no tempo dos reis e castelos, todos que escolhiam fazer a obra de Deus tinham que deixar seu trabalho secular, e até sua família e lazer, para dedicar-se exclusivamente à oração, meditação e devoção espiritual. Tinha que entrar para um mosteiro.

Lutero era um monge quando descobriu, através do estudo das Sagradas Escrituras, aquilo que chamou de “doutrina da vocação”. Por isso, a resposta é "sim" à pergunta se somos chamados. Todos os cristãos nascidos de novo são.

Com descobertas teológicas como esta de Lutero, hoje podemos afirmar que todo homem é vocacionado por Deus para um ofício, ou seja, todo tipo de atividade profissional tem uma dimensão sagrada e missional.

Seja você um técnico em química, advogado, gerente comercial, engraxate, varredor de ruas, jornalista ou pastor, quanto estiver trabalhando, faça o que você sabe fazer para a glória de Deus e pelo Reino do Senhor! Esta é uma atitude essencial a se manter, mesmo quando desempregado.

Em qualquer área profissional você terá oportunidades de servir a Deus e ao próximo, como a si mesmo...

Assim, estas são a nossa maneira de entender o tema do desemprego na Bíblia e de como o desempregado ou a desempregada pode enfrentar e vencer este problema com inteligência, perseverança e a bênção de Deus.

Está desempregado/a e não sabe o que fazer para ganhar dinheiro? Tem dificuldade para fazer seu currículo ser notado/a pelo empregador/a? Precisa aprender como ter sucesso numa entrevista de emprego? Não sabe como reorganizar sua vida financeira no meio da crise? Sonha um dia passar em concurso público? Receba DICAS para ENFRENTAR O DESEMPREGO.

Atualizada: Segunda, 18 Junho 2018 16:36