passaporte para fluencia em ingles banner

Dia Mundial da Água e os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

Cinco anos antes do prazo estipulado (2015), há poucos resultados a comemorar na busca dos líderes mundiais para atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Para mudar este quadro, documento das Nações Unidas (ONU) faz um balanço do que foi e do que não foi feito até agora, e apresenta questões para debate no encontro que acontece em setembro em Nova York para tentar reverter o quadro. Exemplo dessa proposta, no Dia Mundial da Água, é a necessidade de acelerar a caminhada em direção ao objetivo de desenvolvimento com "sustentabilidade ambiental", que propõe, entre outros, reduzir à metade o número de pessoas sem acesso sustentável à água potável e saneamento básico.

Em declaração oficial, a ONU reconhece os poucos resultados e a necessidade de acelerar o processo. Sobre água e saneamento, o documento "Keeping the promise: a forward-looking review to promote an agreed action agenda to achieve the Millennium Development Goals by 2015" (Mantendo a promessa: um balanço em perspectiva para promover uma agenda comum de ações para atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio até 2015) afirma: "Considerando a falta de progressos em matéria de água e saneamento, cumprir tais metas vai exigir muita vontade política e significativos recursos financeiros, técnicos e humanos. A experiência sugere que os principais problemas foram a excessiva dependência de uma abordagem orientada ao abastecimento, a negligência das reais necessidades do utilizador e ênfase em projetos de grande escala, muitas vezes devido à negligência do setor público ou renúncia de sua responsabilidade, muitas vezes devido a restrições fiscais.

Uma abordagem mais direcionada a responder às demandas é quase sempre limitada pelo fato das pessoas pobres não terem poder aquisitivo suficiente para pagar pelo saneamento". "Uma gestão integrada de estratégias nacionais abordando os quatro principais usos da água - agricultura, residências, indústria e serviços dos ecossistemas - deve responder vigorosamente à crescente escassez de água, exacerbada pelas mudanças climáticas." Dentre os temas sugeridos para discussão no documento da ONU, está a pergunta: "Quais são as melhores políticas nacionais, na relação custo-eficácia, para aumentar a disponibilidade de água potável em uma base sustentável e melhorar o saneamento?" O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, chegou a dizer: “Não podemos falhar diante dos bilhões que olham para a comunidade internacional e deixar de cumprir a promessa da Declaração do Milênio para um mundo melhor. Vamos nos reunir em setembro para cumprir a promessa". Para a ONU, esta é a década internacional para ações pela "Água: fonte da Vida". (Lenildo Medeiros)

Atualizada: Domingo, 20 Julho 2014 22:25

pergunta biblica estudo capa a capa w500