missoes urbanas curso

Dois campos missionários em destaque

Afeganistão e Coreia do Norte freqüentaram o noticiário internacional no primeiro fim de semana de abril, coincidindo com a passagem do Domingo de Ramos, e o início da chamada semana santa. O primeiro, porque foi o tema principal da cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e alvo da decisão da entidade de enviar mais 5 mil soldados para o país. Já a Coreia do Norte, ficou na berlinda por causa do lançamento de um míssil de longo-alcance que invadiu o espaço aéreo japonês, aparentemente contrariando resolução da ONU. As notícias e comentários sobre os dois países e suas questões militares devem servir de lembrete para cristãos conscientes buscarem mais informação e estarem atentos ao que acontece no mundo, avaliando, inclusive de um ponto de vista da estratégia missionária, as transformações das relações entre os países e orando pelas pessoas que vivem nesses lugares. E como os fatos acontecem próximo ao chamado Domingo de Ramos, vale lembrar os textos bíblicos que relatam a entrada de Jesus em Jerusalém para a Páscoa, quando ele se aproxima da cidade, pelo Monte das Oliveiras, e lamenta o distanciamento daquele povo da verdadeira Paz. O discípulo de Jesus deve igualmente se importar com todas as cidades que sofrem a falta da verdadeira Paz, especialmente aquelas que vivenciam no seu cotidiano a presença militar ostensiva e o uso da força pelos vários interesses em conflito. Para os que querem se aprofundar no conhecimento para missões e oração, a Otan divulgou um detalhado e atualizado relatório sobre o Afeganistão. O “Afghanistan Report 2009” oferece uma visão ampla sobre o país e sobre o que os militares estrangeiros fazem lá. Números das tropas, objetivos, informações sobre o povo, questões de segurança, a política (especialmente as eleições de agosto de 2009) e a economia local. A assessoria de imprensa da aliança militar divulgou também o diálogo do seu secretário-geral, Jaap de Hoop Scheffer, com alguns jovens no Fórum de Juventude que debateu o tema “OTAN em 2020: O que vem por aí?” Num dos trechos, Scheffer, que lidera a OTAN até o final de julho, respondendo a um estudante egípcio que mora na Alemanha, manifestou o respeito da entidade aos assuntos internos e aspectos culturais e religiosos, mas ressaltando que devemos lembrar que vivemos "sob o mesmo teto dos valores universais". “A grande maioria das operações da Otan é no mundo islâmico. O interessante é que uma organização que é fortemente enraizada na tradição judaico-cristã está cada vez mais inserida num contexto islâmico. A lição que tiro disso é, em primeiro lugar, que temos que respeitar cultura, religião e história. Se não fizermos isso, falharemos. Mas outra parte essencial desta discussão é quando falamos que estamos defendendo valores universais”, disse Scheffer. Outra informação sobre Otan e religião é que a eleição de um novo secretário está num impasse porque, apesar da maioria dos chefes de Estado da Europa apoiar o primeiro-ministro dinamarquês, Anders Fogh Rasmussen, a Turquia é contra a indicação. Eles alegam que Rasmussen errou quando se posicionou a respeito da publicação em 2005 das caricaturas do profeta Maomé em um jornal dinamarquês. “Muitos muçulmanos ficaram irados quando Rasmussen se recusou a censurar o jornal e defendeu a liberdade de expressão". Coreia do Norte Ocupando a primeira posição na Classificação de países por perseguição, apurado pela missão Portas Abertas, os atuais momentos de tensão por que passa a Coreia do Norte repercutem na vida da igreja naquele país. Segundo a Portas Abertas, “os líderes de igreja norte-coreanos começaram uma campanha de oração. A sociedade está extremamente instável e os cristãos veem isso como uma oportunidade de desenvolver e reforçar a Igreja. Eles estão mais unidos, mesmo que a situação tenha piorado. Os cristãos de lá pedem atenção especial de seus irmãos ocidentais, e oração por causa da situação difícil”. Leia (em inglês) o relatório da Otan sobre o Afeganistão. Saiba mais sobre a perseguição aos cristãos na Coreia do Norte, através do site da Portas Abertas.

Missões Urbanas

Assine agora! Boletim especial gratuito Soma Missões Urbanas!

banner missoes urbanas evangelismo 728x90

 

pergunta biblica estudo capa a capa w500