pregacoes evangelicas passo a passo

Ferramentas para ações missionárias: curso para plantadores de igrejas

Os missionários Ronaldo e Rossana Lidório, líderes dos mais atuantes no setor de missões transculturais da igreja evangélica brasileira, apresentam, em sua carta do mês de junho, os resultados e desafios do trabalho que realizam com sua equipe e apoiadores, e oferecem três boas dicas aos que desejam se preparar para atuar com eficiência e eficácia na obra do Senhor Jesus em outros países ou mesmo entre indígenas e grupos específicos no Brasil. O casal declara, em mensagem distribuída por correio eletrônico neste 15/6: “Louvamos a Deus pelo ótimo tempo que tivemos juntamente com diversos outros missionários na Ásia. Ronaldo apresentou um curso para plantadores de igrejas que está sendo usado por várias equipes missionárias em diversos países, e muito nos alegra a oportunidade de contribuir nesta área”.

 

Sobre um curso de Antropologia Intercultural, a ideia é que seja realizado numa escola de Manaus, capital do Amazonas, onde residem: “Estamos também trabalhando em parceria com a UniEvangelica para termos neste ano aqui em Manaus uma Especialização em Antropologia Intercultural que será um ótimo investimento na qualificação missionária”.

Após dar notícias sobre a família estar bem e a saúde do Ronaldo (melhorando através de um tratamento médico de síndrome de béri-beri), o casal passa a falar do Projeto Amanajé, um ministério de iniciativa da Missão AMEM em parceria com a Agência Presbiteriana de Missões Transculturais (APMT) que tem o objetivo de alcançar as tribos indígenas ainda intocadas pelo evangelho e sem presença missionária, contribuindo também para o desenvolvimento de comunidades lingüísticas e culturalmente sustentáveis. Amanajé significa "mensageiro" em língua do tronco Tupi-Guarani. Eles contam:

“O Projeto Amanajé vai bem e pela bondade do Senhor muitas boas coisas têm acontecido. As igrejas têm amadurecido no Senhor com o despertar de liderança indígena própria, que é motivo de muita alegria. Tanto a igreja Tukano, Aruak, Multicultural de Santa Isabel, quanto a igreja Tikuna em Manaus têm experimentado este momento de enraizamento da própria liderança indígena. Os programas sociais, tanto na área de educação quanto subsistência, têm dado ótimos passos com muito material produzido pelos missionários da equipe Amanajé, especialmente visando a alfabetização e letramento indígena em sua própria língua. Neste ano, tem início um novo programa social, agora direcionado à saúde indígena, motivo de nossas orações”.

Eles também relembram com gratidão a Deus a conclusão do Relatório Indígena 2010: “Resultado de 2 anos de trabalho, ele tem disponibilizado dados e desafios sobre o movimento missionário entre indígenas”. E pedem oração “por 500 novos missionários para suprir os atuais desafios entre os povos indígenas do nosso país”. Uma lista com “um apanhado das ferramentas para ações missionárias que desenvolvemos nestes últimos anos” também foi disponibilizada, pelo Instituto Antropos.

O casal de missionários relaciona mais pedidos de oração:

“Estamos com alguns alvos para estes próximos meses, pelos quais pedimos suas orações: 1. Planejamos continuar trabalhando no desenvolvimento do material de treinamento de líderes locais que é utilizado na CBMI (Capacitação Bíblica Missionária Indígena). Cremos que, aqui no Brasil, ele pode ser bem aplicado para indígenas, ribeirinhos, ciganos, sertanejos e quilombolas. 2. Estamos ainda trabalhando na revisão do Novo Testamento Limonkpeln, para a segunda edição. Esperamos concluir nos próximos meses com a graça do Senhor. 3. Há várias etnias pouco pesquisadas no Brasil que são alvo de um esforço conjunto de pesquisa. Nossa intenção e intensificar este trabalho nestes próximos 3 anos. 4. Orem conosco também pela equipe Amanajé: Márcio e Isaura (liderança da equipe), Daniel e Vanusa (Base Manaus/Igreja Ticuna), Flávio e Mara (Evangelismo - Rio Cuieiras), André e Marcelle (Alto Rio Negro), Iraque e Silvéria (Recife), Gabriel e Crislaine (Alto Rio Negro), Carolin (Alto Rio Negro), Jaimeson e Cleide juntamente com Alceri e Arlene (Igreja multicultural Santa Isabel), Maria Gomes “Lia” (Alto Rio Negro), Cácio e Elisângela (Alto Rio Negro), Adilson e Cíntia (Alto Rio Negro), Marcelo e Cláudia (Alto Rio Negro), Jossandro e Viviane juntamente com Felipe e Arlene (Evangelismo São Gabriel), Leonízia “Léo” (Estudo – CEM/Viçoca), Carlos e Elfriede (Logística – São Gabriel da Cachoeira), Francisco e Rose (Igreja Tukano – São Gabriel da Cachoeira), Silvério e Inésia juntamente com Jacinto e Felícia (Igreja Aruak – São Gabriel da Cachoeira), Juliano (Base Manaus), Paulo e João (barco Amanajé), e nossa família.”

* Por Lenildo Medeiros, com base em carta de Rossana e Ronaldo Lidório.

Atualizada: Segunda, 23 Agosto 2010 16:06

Missões Urbanas

Assine agora! Boletim especial gratuito Soma Missões Urbanas!

banner missoes urbanas evangelismo 728x90