banner ingles para turismo e viagens 728x90

Perfil do turista no Brasil

Turistas chegando Divulgação MTur - GM Turistas chegando

Quem se interessa por turismo religioso está incluído no grupo maior de todos os tipos de turistas. No Brasil, há muitos turistas especificamente interessados em viagens religiosas, mas aqui vamos ver o contexto geral do perfil dos mais diversos grupos de viajantes em terras brasileiras.

Conhecer o perfil do turista no País é tarefa indispensável daqueles que buscam oportunidades diante do crescente número de pessoas que viajam, tanto dentro do país quanto dos que vêm de fora, para aproveitar nossas belezas naturais, cultura e cidades. Sem dúvidas, o aumento do número de turistas foi grande com os grandes eventos recentes (Copa 2014, Olimpíadas 2016, entre outros).

Perfil do turista estrangeiro no Brasil

Pesquisa feita com quase 40 mil turistas que estiveram no Brasil em 2016 (de um total de 6,6 milhões no ano - 4,8% maior que em 2015) revela algumas opiniões e características dos estrangeiros que visitam o Brasil. Dados divulgados em julho de 2017, pelo Ministério do Turismo.

  • 56,8% vieram da América do Sul, a maioria argentinos (34,9% do total de vizinhos).
  • O segundo povo que mais gosta de visitar o Brasil é dos Estados Unidos (570 mil turistas norte-americanos estiveram no Brasil em 2016).
  • Cada turista europeu e dos Estados Unidos gasta o dobro do que gasta o visitante da América do Sul (US$ 1.234 - turista dos EUA x US$ 548,92 - argentino).
  • Para 68,8%, lazer no sol e na praia ainda é a principal motivação da vinda ao Brasil.
  • 16,6% dos estrangeiros viajam em busca de natureza, ecoturismo ou turismo de aventura.
  • 9,7% têm no turismo cultural o motivo da escolha do Brasil como destino.
  • A opção de hospedagem em hotéis ainda é majoritária (51,5%), mas vem crescendo a preferência (16,7%) dos turistas internacionais pelo aluguel de casas.
  • Além do fator de geração de renda e desenvolvimento, algumas pessoas das igrejas cristãs procuraram aproveitar aquele fluxo internacional dos eventos para compartilhar diretamente a mensagem da Bíblia e a salvação em Cristo com aqueles que ainda não conhecem Jesus, especialmente os de países de difícil acesso missionário. Mas isso pode ser feito também acompanhando o fluxo turístico nacional e internacional dos dias normais, e não só nas olimpíadas, carnavais e copas...

Antes deste estudo, o Ministério do Turismo e a Embratur divulgaram na época da Copa (2014) uma pesquisa sobre a "Caracterização e Dimensionamento do Turismo Internacional no Brasil". Realizada em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), trouxe informações relevantes do perfil socioeconômico dos visitantes estrangeiros, permanência média no país, gasto de viagens e opinião dos turistas sobre os atrativos e infraestrutura brasileira. 

Seguiu os padrões da pesquisa do Perfil do Turista da Copa da África do Sul, que levantou as principais características do público que foi ao mundial. Segundo a Fundação Getúlio Vargar (FGV) o perfil desse “cliente”, o turista que visita estes eventos esportivos internacionais e também deverá estar em Moscou, na Copa da Rússia, é jovem, do sexo masculino, estudado e independente economicamente.

Veja os detalhes do estudo sobre quem viaja para acompanhar eventos de futebol como a Copa do Mundo:

  • 85% do sexo masculino.
  • 87% pagaram a viagem do próprio bolso.
  • Cerca de 60% solteiros.
  • 54% tem ao menos o ensino superior completo.
  • 83% planejaram conhecer outras atrações e participar de outras atividades no país sede.
  • Gastaram em média R$ 11,4 mil com: alimentação e bebidas, hospedagem, transporte Local, bilhetes para os jogos da Copa e presentes, desconsiderando as despesas com a passagem.
  • 45% entre 25 e 34 anos. Entre 35 e 44 anos, cerca de 25%.

O Rio de Janeiro é a cidade brasileira que mais recebe estrangeiros: Logo depois estão São Paulo e Brasília.

Turismo e Oportunidades tanto de Evangelismo Missões quanto de Negócios para Indivíduos e Pequenas Empresas - Os resultados de estudos como estes podem servir para orientar o planejamento de diversas atividades econômicas, mas também de ações evangelísticas e missionárias.

Em tempos de crise, também é importante ressaltar que o fluxo de turistas no Brasil é oportunidade de trabalho e lucro, através de micro-micro-empreendimentos também. Levantamento do Sebrae sobre as oportunidades da Copa para indivíduos e pequenas empresas identificou negócios com potencial de sucesso em nove setores da economia relacionados a eventos turísticos e esportivos.

Perfil do turista de luxo

Já o turista brasileiro do segmento denominado "de luxo" (setor que vem crescendo em faturamento turístico tanto no Brasil quanto em outros países) foca na excelência da experiência de viagem com a família e os amigos.

Veja a seguir um resumo do perfil do turista de luxo no Brasil:

  • A idade fica entre 25 e 34 anos (34%) e 34 e 44 anos (30%).
  • Mulheres que decidem... a viagem, a compra. 70%.
  • Destinos preferidos estão no litoral da região Nordeste e algumas cidades do interior paulista.
  • Outra informação é que quando chegam ao hotel preferem curtir o passeio sem muito deslocamento. Se possível, permanecem na estrutura do hotel e resort mesmo.
  • Viajantes de luxo querem que tudo esteja incluído no serviço que compram, para não ter que pensar em mais nada além de se divertir durante a viagem. Gostam de atrações exclusivas para crianças e adolescentes, atividades náuticas, quartos grandes com mais de 30 m2, espaços fitness e piscinas aquecidas.

A pesquisa foi divulgada em 2017 e feita pelo site Zarpo (agência online especializada neste segmento, fundada e dirigida por Alexis Manach e outros) a partir da sua própria base de membros, e divulgada pela Panrotas.

Atualizada: Sábado, 28 Outubro 2017 13:51

pergunta biblica estudo capa a capa w500