Professor da USP diz que livros didáticos apresentam visão equivocada da América Latina

Na opinião do professor de História e geógrafo Wagner da Silva Dias, baseada em sua pesquisa de mestrado publicada no mês passado pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, a maior parte dos livros didáticos de Geografia apresenta aos estudantes uma visão equivocada da América Latina. A região congrega 33 países e três continentes.

Nos livros analisados, de acordo com a opinião de Wagner, a América Latina é apresentada de maneira estereotipada, “como um bloco homogêneo de países subdesenvolvidos, pobres e dominados pelo imperialismo”. Ainda segundo a tese defendida pelo professor, essa visão estereotipada está distante da realidade. “Se formos considerar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), por exemplo, Barbados ocupa a 3ª posição na América, perdendo apenas para Estados Unidos e Canadá, e 31º no mundo. Já o Brasil é o 15º na América e o 70º no mundo. A AL não é uma região homogênea, existem mais possibilidades para diferenças do que para unidade entre os países”, destaca numa entrevista publicada dia 25/11 na Agência USP de notícias, com texto da repórter Valéria Dias. Dias analisou três livros didáticos de geografia direcionados para o ensino fundamental: Geografia Crítica (Editora Ática, 2009); Projeto Araribá (Editora Moderna, 2007); e Geografia: o mundo subdesenvolvido (Editora Moderna, 2006). Caso o leitor queira se aprofundar nas teses do professor, poderá ler a íntegra da reportagem no portal da USP. (por Marcelo Dutra)

Atualizada: Domingo, 20 Julho 2014 22:51

Se você gostou do que leu, queria sugerir três coisas:

1) Se quer que outros também sejam abençoados como você foi, compartilhe o link de acesso a este artigo nas suas redes de whatsapp, Facebook, Instagram etc... O link para que outros também leiam o que você leu e gostou está na barra de URL do seu navegador. Ou use um de nossos links de compartilhamento nesta página.

2) Se quiser acrescentar algo, elogiar, criticar ou tirar uma dúvida, deixe aqui no espaço para os comentários desta página mesmo. Ou entre em contato conosco.

3) Se quiser nos ajudar a continuar, uma das coisas que você pode fazer é visitar também um site de algum de nossos parceiros. Para isso, basta entrar lá através de nossas indicações nesta página, isto se você tiver algum interesse no que está sendo oferecido.

Seu apoio é de vital importância. E saiba que o que você fizer nos ajudará muito a manter esta obra funcionando.