Turismo religioso representa 11% dos atrativos do Paraná e leva 9,5 milhões de visitantes a Aparecida anualmente

Visitada por 9,5 milhões de pessoas a cada ano, a cidade de Aparecida, a 177 quilômetros de São Paulo, é conhecida nacionalmente como destino turístico de peregrinos da fé católica. Foi o próprio secretário de Turismo da cidade, Diego Samahá, quem apresentou ao lado da representante da Secretaria de Turismo do Paraná, Caren Santos, no 5 Salão do Turismo de São Paulo, os números desse segmento turístico, em debate mediado pela coordenadora-geral de Segmentação do Ministério do Turismo, Sáskia Lima.

O secretário de Aparecida destacou a infraestrutura criada na cidade para atender os visitantes, como o Centro de Apoio ao Romeiro, que recebe 25 mil pessoas, os mais de 30 mil leitos, distribuídos em 158 hotéis, e o próprio Santuário Nacional de Aparecida, para 30 mil pessoas. “Oferecemos uma infraestrutura tão ou mais completa que a encontrada em destinos de peregrinação como Fátima (Portugal) ou Lourdes (França)”, comparou.

No Paraná, a representante da Secretaria de Turismo do Estado ressaltou o trabalho público realizado para apoiar a organização e promoção do turismo religioso. Segundo ela, há 83 atrativos religiosos no estado, representando 11,2% do total de atrativos paranaenses.

“A Secretaria apoia a realização de eventos, como as festas religiosas, divulga o segmento em feiras pelo Brasil e no exterior e elabora material promocional junto com os parceiros da iniciativa privada”, disse. Caren destacou a segmentação realizada dentro do próprio turismo religioso no estado, com as divisões em matrizes: ocidental, oriental, indígena e africana.

“Entendemos que o Paraná, além de ter suas políticas de turismo baseadas na segmentação, tem esse destaque no turismo religioso”, disse a mediadora, Sáskia Lima.

“O importante é ressaltar que o turista já existe. Ele tem sua fé e quer visitar os locais importantes na história ou prática dessa fé. Como gestores públicos, precisamos adequar os destinos às necessidades desses visitantes”, concluiu a coordenadora do Ministério.

Fonte/Texto: Ministério do Turismo

Atualizada: Sábado, 28 Outubro 2017 12:31

Se você gostou do que leu, queria sugerir três coisas:

1) Se quer que outros também sejam abençoados como você foi, compartilhe o link de acesso a este artigo nas suas redes de whatsapp, Facebook, Instagram etc... O link para que outros também leiam o que você leu e gostou está na barra de URL do seu navegador. Ou use um de nossos links de compartilhamento nesta página.

2) Se quiser acrescentar algo, elogiar, criticar ou tirar uma dúvida, deixe aqui no espaço para os comentários desta página mesmo. Ou entre em contato conosco.

3) Se quiser nos ajudar a continuar, uma das coisas que você pode fazer é visitar também um site de algum de nossos parceiros. Para isso, basta entrar lá através de nossas indicações nesta página, isto se você tiver algum interesse no que está sendo oferecido.

Seu apoio é de vital importância. E saiba que o que você fizer nos ajudará muito a manter esta obra funcionando.