Sexualidade no Livro de Cantares

Falar sobre sexo não é fácil para boa parte do povo evangélico, mesmo nos dias de hoje em que o assunto invade os lares e as escolas. Mas, o assunto parece não embaraçar em nada o doutor em Teologia, Oswaldo Luiz Ribeiro. Professor do Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, no Rio de Janeiro, ele tem quatro palestras agendadas para os meses de novembro e dezembro nas quais abordará o tema: “Sexualidade no Livro de Cantares”. É Osvaldo quem conta que, a princípio, os alunos ficam muito desconfiados e curiosos para saber como o livro pode ser estudado a fundo mantendo uma visão bíblica sadia afinal: “O Cristianismo tem um problema crônico com a questão da sexualidade, por isso, tem pastores que demonizam o tema e jamais abrem o livro de Cantares em cima de um púlpito. Afinal, há um capítulo, por exemplo, que descreve cenas de uma lua de mel em detalhes”, diz o professor. Contudo, Osvaldo garante que não há nada de obsceno, nem em suas palavras nem nas do livro cuja inspiração divina foi questionada por muitos. O professor dará palestras nos dias 4,18 e 25 de novembro, e 2 de dezembro, no auditório do Centro Cultural da Bíblia, no Centro do Rio. Osvaldo conta que começou a estudar o referido livro do antigo testamento para um curso que ministraria há alguns anos: “Fui obrigado a traduzi-lo do Hebraico e fiquei super interessado no tema. O livro fala de relacionamentos amorosos, sexuais. Não o vejo como a alegoria do amor de Deus para com a Igreja, ou como alguns acreditam, a alegoria do amor de Deus para com o povo de Israel. Historicamente, é um drama a respeito no papel da mulher na cultura judaica da época, cujo gancho é o desejo da mulher. O mesmo desejo que é tornado maldito em Gêneses capítulo 3. O livro de Cantares afirma contudo que este desejo não é amaldiçoado. Para muitos, o livro é sofisticado demais. Os alunos ficam na dúvida se alguém tinha condições de escrevê-lo àquela época. É quando pergunto se eles crêem nas pirâmides do Egito. Como podem acreditar naquelas edificações, cuja engenharia é quase impossível tecnologicamente, e duvidar que alguém pudesse escrever Cantares?”, questiona o professor, para quem o sexo é um tabu por que aponta para a liberdade: “Não estou falando de perversão, mas a sexualidade é um problema que aponta sempre para autonomia. Uma pessoa sexualmente madura não é uma pessoa fácil de ser teleguiada”. Mais informações sobre as inscrições para as palestras de Osvaldo podem ser obtidas na Sociedade Bíblica do Brasil: Rua Buenos Aires, 135 – Centro – Rio, no horário de 12:00 às 14:00h, ou através do site do seminário.(por Marcelo Dutra)

Atualizada: Domingo, 20 Julho 2014 01:10

Pin It

Se você gostou do que leu, queria sugerir três coisas:

1) Se quer que outros também sejam abençoados como você foi, compartilhe o link de acesso a este artigo nas suas redes de whatsapp, Facebook, Instagram etc... O link para que outros também leiam o que você leu e gostou está na barra de URL do seu navegador. Ou use um de nossos links de compartilhamento nesta página.

2) Se quiser acrescentar algo, elogiar, criticar ou tirar uma dúvida, deixe aqui no espaço para os comentários desta página mesmo. Ou entre em contato conosco.

3) Se quiser nos ajudar a continuar, uma das coisas que você pode fazer é visitar também um site de algum de nossos parceiros. Para isso, basta entrar lá através de nossas indicações nesta página, isto se você tiver algum interesse no que está sendo oferecido.

Seu apoio é de vital importância. E saiba que o que você fizer nos ajudará muito a manter esta obra funcionando.