Divulgada pesquisa nacional sobre penas alternativas

Segundo o Globo Online, dados da Pesquisa Nacional de Penas Alternativas indicam que São Paulo é o campeão desse tipo de sentença, com 15.437 beneficiados, sendo 42% entre 18 e 24 anos. A pesquisa, do Ministério da Justiça e Ilanud, foi divulgada nesta quinta, 28/9, no Auditório do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, em São Paulo. Alessandra Teixeira, coordenadora da Pesquisa, participou de uma mesa de debates na ocasião. A reportagem do Globo informou que o estado de São Paulo "tem 143 mil condenados pela Justiça e os presídios estão superlotados". Explicou que "na pena alternativa, os condenados prestam serviços à comunidade, em repartições públicas ou entidades civis sem fins lucrativos". A Prefeitura da capital já recebeu 225 pessoas. Foram citados dois exemplos de trabalhos que servem como pena alternativa: serviços de informática para órgãos públicos e monitoramento de esportes para crianças e adolescentes carentes.

Se você gostou do que leu, queria sugerir três coisas:

1) Se quer que outros também sejam abençoados como você foi, compartilhe o link de acesso a este artigo nas suas redes de whatsapp, Facebook, Instagram etc... O link para que outros também leiam o que você leu e gostou está na barra de URL do seu navegador. Ou use um de nossos links de compartilhamento nesta página.

2) Se quiser acrescentar algo, elogiar, criticar ou tirar uma dúvida, deixe aqui no espaço para os comentários desta página mesmo. Ou entre em contato conosco.

3) Se quiser nos ajudar a continuar, uma das coisas que você pode fazer é visitar também um site de algum de nossos parceiros. Para isso, basta entrar lá através de nossas indicações nesta página, isto se você tiver algum interesse no que está sendo oferecido.

Seu apoio é de vital importância. E saiba que o que você fizer nos ajudará muito a manter esta obra funcionando.