Exposição mostra história de presídios no Paraná

A Secretaria da Justiça e da Cidadania (Seju), por meio do Departamento Penitenciário (Depen), promove no Museu Paranaense a exposição “Do Cárcere ao Sistema Penitenciário 1800-1930”. Para contar a primeira parte da história dos presídios no Paraná, a mostra, que não tem previsão de término, é composta por objetos locados no Mercado das Pulgas, maior empório cultural da capital paranaense. Entre os objetos locados estão: telefone castiçal, máquina de escrever, manequim para o vestuário da época, cadeados antigos, baú em madeira, ferro a brasa, máquina de costura, carruagem, ferramentas de carpintaria, como arco de pua, plaina e serrote. Para o coordenador do Depen, Cezinando Paredes, “o evento demonstra a valorização dos nossos quase quatro mil funcionários do Sistema Penitenciário, que fazem parte desta história e os objetos locados aproximam o visitante do período descrito”.

Junto com os produtos do Mercado das Pulgas, objetos de propriedade do Departamento contam a história. Fotos que marcam o início da história prisional no Estado e documentos de época fazem parte do acervo recuperado pela comissão especial do Depen, que por meio de entrevistas, pesquisas e buscas por materiais prepara a estrutura para o futuro projeto do Museu Penitenciário.

 

Serviço:

Exposição “Do Cárcere ao Sistema Penitenciário 1880-1930”

Horário: terças e sextas, das 9h às 17h; sábados e domingos, das 11h às 15h

Local: Museu Paranaense - Rua Kellers, 289 – Alto São Francisco – Curitiba – PR

Informações: (41) 3304-3300

 

Fonte: Assessoria

Pin It

Se você gostou do que leu, queria sugerir três coisas:

1) Se quer que outros também sejam abençoados como você foi, compartilhe o link de acesso a este artigo nas suas redes de whatsapp, Facebook, Instagram etc... O link para que outros também leiam o que você leu e gostou está na barra de URL do seu navegador. Ou use um de nossos links de compartilhamento nesta página.

2) Se quiser acrescentar algo, elogiar, criticar ou tirar uma dúvida, deixe aqui no espaço para os comentários desta página mesmo. Ou entre em contato conosco.

3) Se quiser nos ajudar a continuar, uma das coisas que você pode fazer é visitar também um site de algum de nossos parceiros. Para isso, basta entrar lá através de nossas indicações nesta página, isto se você tiver algum interesse no que está sendo oferecido.

Seu apoio é de vital importância. E saiba que o que você fizer nos ajudará muito a manter esta obra funcionando.