Deputado defende direito de psicólogo falar sobre "cura" para homossexualidade

O autor da proposta que susta a aplicação de dois dispositivos da Resolução 1/99 do Conselho Federal de Psicologia, o deputado federal João Campos (PSDB-GO), defendeu há pouco a validade de seu projeto (leia aqui a íntegra da proposta PDC 234/11). A resolução em debate orienta os psicólogos a não usar a mídia para reforçar preconceitos contra os homossexuais nem propor tratamento para curá-los. "Faço um debate constitucional, jurídico", disse Campos. Segundo o parlamentar, que é líder da bancada evangélica na Câmara, as críticas dos deputados Jean Wyllys (Psol-RJ) e Erika Kokay (PT-DF) à proposta foram motivadas por "ignorância ou incapacidade" de debater.

"Um dos princípios básicos da ética médica é a autonomia do paciente. É como se o conselho federal de psicologia considerasse o homossexual um ser menor, incapaz de autodeterminação", afirmou o parlamentar.

O relator da proposta na comissão e autor do requerimento, deputado Roberto de Lucena (PV-SP) disse que procurou ouvir todas as vozes no debate. "Não sou homofóbico, fundamentalista. Propus a construção deste espaço para debater o tema", disse.

A audiência, promovida pela Comissão de Seguridade Social da Câmara dos Deputados, em Brasília, já foi encerrada.

Fonte: Agência Câmara

Atualizada: Domingo, 20 Julho 2014 00:42

Se você gostou do que leu, queria sugerir três coisas:

1) Se quer que outros também sejam abençoados como você foi, compartilhe o link de acesso a este artigo nas suas redes de whatsapp, Facebook, Instagram etc... O link para que outros também leiam o que você leu e gostou está na barra de URL do seu navegador. Ou use um de nossos links de compartilhamento nesta página.

2) Se quiser acrescentar algo, elogiar, criticar ou tirar uma dúvida, deixe aqui no espaço para os comentários desta página mesmo. Ou entre em contato conosco.

3) Se quiser nos ajudar a continuar, uma das coisas que você pode fazer é visitar também um site de algum de nossos parceiros. Para isso, basta entrar lá através de nossas indicações nesta página, isto se você tiver algum interesse no que está sendo oferecido.

Seu apoio é de vital importância. E saiba que o que você fizer nos ajudará muito a manter esta obra funcionando.