Cartilha de juízes capixabas oferece mais de uma centena de respostas sobre adoção

Cartilha do Juizado da Infância e Juventude de Vitória (ES) trata do tema da adoção de forma prática e útil para famílias que desejam participar da solução do problema da criança órfã no Brasil. "111 perguntas sobre adoção", com a coordenação e redação final do Juiz Titular, dr.Paulo Roberto Luppi, tem 54 páginas ilustradas, e orientações sobre procedimentos legais. Na apresentação da obra, há uma referência às "dificuldades no campo da adoção feita por brasileiros". E um reconhecimento de que esta situação é "bem diferente da sistemática atual desenvolvida e aplicada na adoção feita por estrangeiros, que a cada dia tem evoluído de forma gradual e positiva". Os especialistas buscam oferecer orientação para "casais e pessoas interessadas num procedimento legal e adequado de colocação em família substituta na modalidade de adoção". O documento ressalta a necessidade de aproximação do sistema de adoção nacional das orientações da Convenção de Haia (Convenção relativa à proteção das crianças e à cooperação em matéria de adoção internacional) nessa questão. Informa que "nos Estados brasileiros as adoções nacionais e internacionais são controladas por uma Comissão Estadual Judiciária de Adoção (CEJA)" e que algumas modificações vêm ocorrendo para agilizar e qualificar os resultados dos processos. Mais informações sobre a cartilha "111 perguntas sobre adoção" no site do Tribunal de Justiça do ES.

Atualizada: Domingo, 07 Novembro 2010 23:48

Se você gostou do que leu, queria sugerir três coisas:

1) Se quer que outros também sejam abençoados como você foi, compartilhe o link de acesso a este artigo nas suas redes de whatsapp, Facebook, Instagram etc... O link para que outros também leiam o que você leu e gostou está na barra de URL do seu navegador. Ou use um de nossos links de compartilhamento nesta página.

2) Se quiser acrescentar algo, elogiar, criticar ou tirar uma dúvida, deixe aqui no espaço para os comentários desta página mesmo. Ou entre em contato conosco.

3) Se quiser nos ajudar a continuar, uma das coisas que você pode fazer é visitar também um site de algum de nossos parceiros. Para isso, basta entrar lá através de nossas indicações nesta página, isto se você tiver algum interesse no que está sendo oferecido.

Seu apoio é de vital importância. E saiba que o que você fizer nos ajudará muito a manter esta obra funcionando.