Campanha “Um gol pelos direitos de crianças e adolescentes” é lançada em Brasília

Uma campanha nacional de prevenção da exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo foi lançada nesta quinta-feira, 9/12, em Brasília. A mobilização, uma iniciativa do Ministério do Turismo, em parceria com o Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília (CET/UnB), acontecerá nas doze cidades-sede da Copa de 2014, e também em João Pessoa. O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, recebeu uma série de eventos para marcar o início da campanha “Um gol pelos direitos de crianças e adolescentes”. Desde a manhã, equipe do CET, MTur, participantes de oficinas da campanha e representantes do setor turístico distribuem material aos passageiros, comerciantes e taxistas.

A adesão dos hotéis é grande na capital federal. Mensageiros e recepcionistas vestiram a camisa da campanha nos hotéis Kubitschek Plaza, Manhattan Plaza, Brasília Palace, Saint Paul, Garvey Park e Naoum Plaza. Salete Soares, gerente comercial da rede Plaza Brasília Hotéis, ressalta a importância da participação do setor privado na campanha: "Essa é uma iniciativa do Governo Federal, com o apoio da comunidade acadêmica da UnB e nós, da cadeia produtiva do turismo, não podíamos ficar alheios a uma ação tão importante nacionalmente e internacionalmente como essa. A mobilização visa um trabalho de longo prazo".

 

“O Brasil está se preparando para realizar uma grande Copa do Mundo, e vamos receber milhares de turistas estrangeiros, além dos milhões de brasileiros que viajarão dentro do país para acompanhar os jogos e a festa. A campanha, que começa agora, vai ampliar o debate com a sociedade e colocar em pauta a necessidade de uma Copa com sustentabilidade, sem exploração de crianças e adolescentes em qualquer equipamento turístico ou cidade do país. Começando agora a prevenir, vamos marcar um gol também fora dos campos, em defesa da vida das nossas crianças e adolescentes”, explica Elisabeth Bahia, coordenadora geral doPrograma Turismo Sustentável e Infância do Ministério do Turismo.

 

O lançamento da campanha acontece após um intenso período de preparação nas cidades, com formação de multiplicadores, debate com participantes do setor público e privado do turismo e oficinas. “A exploração sexual de crianças e adolescentes é grave violação dos direitos humanos e não pode ter espaço em qualquer atividade turística, que se torna a cada dia uma atividade econômica importante para o país. Hoje, já temos um apoio fundamental de muitos empresários de hotelaria, transporte e da área de bares e restaurantes, que divulgam e trabalham a prevenção em suas empresas”, afirma Elisângela Machado, coordenadora executiva do projeto no CET/UnB.

 

Além de várias atividades nas cidades, a campanha está nas redes sociais. Orkut, Twitter, Facebook, YouTube e Flickr apresentam páginas da campanha convidando os seguidores a participar da mobilização, dando informações sobre o tema e estimulando a denúncia por meio do Disque 100 e a adoção de um Código de Conduta pelos empresários do setor do turismo.

Pin It

Se você gostou do que leu, queria sugerir três coisas:

1) Se quer que outros também sejam abençoados como você foi, compartilhe o link de acesso a este artigo nas suas redes de whatsapp, Facebook, Instagram etc... O link para que outros também leiam o que você leu e gostou está na barra de URL do seu navegador. Ou use um de nossos links de compartilhamento nesta página.

2) Se quiser acrescentar algo, elogiar, criticar ou tirar uma dúvida, deixe aqui no espaço para os comentários desta página mesmo. Ou entre em contato conosco.

3) Se quiser nos ajudar a continuar, uma das coisas que você pode fazer é visitar também um site de algum de nossos parceiros. Para isso, basta entrar lá através de nossas indicações nesta página, isto se você tiver algum interesse no que está sendo oferecido.

Seu apoio é de vital importância. E saiba que o que você fizer nos ajudará muito a manter esta obra funcionando.