Bispos africanos: "Família, levanta-te e caminha..."

  • Por Lenildo Medeiros
  • Publicado em família
  •  

Preocupados com a família e o matrimônio, atingidos "por transformações rápidas, quer sociais quer culturais", e conscientes de que ambos "constituem um dos bens mais preciosos da humanidade", parte da Igreja Católica africana, através de sua Conferência Episcopal de Angola e S. Tomé, tomou a decisão de dedicar o triénio 2011-2013 a refletir sobre esta temática. O objetivo é "fazer ouvir sua voz e oferecer a sua ajuda não somente aos que, conhecendo já esses valores procuram vivê-los de modo fiel, como também aos que se sentem inseguros e ansiosos e a quantos se vêem impedidos de realizar o ideal familiar". Também como argumento introdutório, eles citam a Carta Pastoral sobre a Família, de 1984 nº 1: "A família é o ponto de partida das demais sociedades (...) É que sem família não há Nação, não há Estado, não há Igreja. (...) A Família é o ponto de partida de toda a vida social, é o ponto de encontro, o centro onde vêm repercutir o fluxo e o refluxo da vida em todas as suas dimensões".

O plano trienal apresentado pelos bispos angolanos enfocará os temas: Família-Matrimónio; Família-Reconciliação; Família-Cultura. Num primeiro documento, os bispos falam das luzes e sombras da situação atual das famílias e oferecem "uma fundamentação bíblica e o ensinamento do Magistério a esse respeito". Mesmo, obviamente, com muitos trechos conectados à história recentes daquela região africana, traz muitas lições e alertas para as famílias cristãs de todo o planeta.

Leia a íntegra do documento "Família, levanta-te e caminha...", divulgado pela Conferência Episcopal de Angola e S. Tomé.

Atualizada: Domingo, 20 Julho 2014 01:01

Se você gostou do que leu, queria sugerir três coisas:

1) Se quer que outros também sejam abençoados como você foi, compartilhe o link de acesso a este artigo nas suas redes de whatsapp, Facebook, Instagram etc... O link para que outros também leiam o que você leu e gostou está na barra de URL do seu navegador. Ou use um de nossos links de compartilhamento nesta página.

2) Se quiser acrescentar algo, elogiar, criticar ou tirar uma dúvida, deixe aqui no espaço para os comentários desta página mesmo. Ou entre em contato conosco.

3) Se quiser nos ajudar a continuar, uma das coisas que você pode fazer é visitar também um site de algum de nossos parceiros. Para isso, basta entrar lá através de nossas indicações nesta página, isto se você tiver algum interesse no que está sendo oferecido.

Seu apoio é de vital importância. E saiba que o que você fizer nos ajudará muito a manter esta obra funcionando.