banner ferramentas coaching 128x90

Ferramentas de coaching para pastores e líderes evangélicos?

  • Por Lenildo Medeiros
  •  
Coaching Coaching

São maravilhosas e abençoadoras as possibilidades de resultados das iniciativas cristãs de pastores e líderes ungidos pelo Espírito Santo, comprometidos com o Reino de Deus e bem preparados emocional e intelectualmente. Talvez você seja um deles...

Desde sempre, apenas com amor de Deus no coração, com aquilo que a Bíblia ensina, oração e apoio dos irmãos e irmãs das igrejas, os seguidores de Jesus têm atuado com eficiência e eficácia milagrosas na disseminação da Palavra do Senhor e no serviço cristão e amor ao próximo. E sempre será assim.

Preparo técnico x unção

No entanto, estas afirmações acima não excluem absolutamente a realidade do bom uso da mente humana e até de algum tipo de ferramenta especial, com ética, para atingir os objetivos de Deus na terra entre toda a gente.

Institutos bíblicos e seminários estão aí para provar isto. Ou você pensa que lá só se estuda Teologia? Há muitas disciplinas voltadas para áreas práticas da vida das pessoas e das igrejas que são úteis ao ministério de um pastor ou líder.

Resultados

Aqueles que se aperfeiçoam também em assuntos de utilidade prática (sem deixar de lado o principal, que é o conhecimento bíblico e teológico, é claro) acabam por atingir mais rápido os resultados para os quais ora e a respeito dos quais sente ser a vontade do Senhor.

Exemplos

No aconselhamento cristão, por exemplo, existem várias técnicas que podem ser usadas para facilitar a conversa com a pessoa que está mais frágil e não consegue algo na vida e precisa de ajuda.

Ou você lidera um grupo de evangelistas na igreja e usa determinadas táticas para conseguir que sejam colaborativos, criativos, cheios da melhor motivação, focados em ações na ordem certa de prioridades e com iniciativa, produzindo resultados extraordinários.

Capacidade de adaptação

Quando você está buscando aprender técnicas e ferramentas para uso no serviço cristão, para fazer a diferença na vida das pessoas de sua geração e para a glória do Senhor, é preciso ter muita capacidade de filtragem e adaptação dos conteúdos ensinados em muitos lugares. Isto porque o objetivo por lá é formar profissionais que vão ganhar seu dinheiro honestamente em negócios lucrativos, e não tem nada de errado nisso... Mas como sei que você que está lendo aqui tem o objetivo apenas de servir o seu próximo voluntariamente e glorificar a Deus, é importante que você saiba "examinar tudo" e reter aquilo que vai te ajudar mais a ajudar pessoas, sem necessariamente receber delas nada em troca.

Em outras palavras, não seja este um motivo para você desperdiçar os úteis ensinamentos de cursos e palestras relacionadas a ferramentas, por exemplo, de coaching, que você também precisa para o seu ministério cristão.

Caixa de ferramentas de coaching

Quanto mais ferramentas de coaching para atender as pessoas que procuram um pastor ou líder cristão para ser ajudado, mais resultados espirituais serão possíveis.

Sem dispensar a unção do Espírito, um bom método pode e deve ser usado para ajudar em vários processos.

Por exemplo, na identificação de problemas num aconselhamento pastoral, em dinâmicas de grupo nas reuniões de obreiros, jovens ou adolescentes, em encontros de discipulado. Isso tudo, mesmo sabendo que a Bíblia é fundamental na hora de soltar as soluções de Deus, que estará te usando através do seu ministério, independentemente das ferramentas utilizadas no início da conversa.

O que é

Ferramenta de coaching é uma espécie de kit com vários itens, entre eles, roteiros de perguntas e dicas para diálogo bem conduzido, orientações para sua aplicação, numa sequência lógica, de conversas e preenchimento de formulários com objetivos de promover o autoconhecimento e a descoberta, e desenvolver o potencial de cada um, entre outros resultados após o acompanhamento pelo coach.

Dentre as muitas necessidades de uma pessoa para chegar ao seu destino, estão: a necessidade de autoconhecimento e foco, planejamento, visão e ação. É nisso que um coach mais ajuda as pessoas.

Assim, desenvolver habilidades e usar ferramentas de coach pode levar qualquer pessoa a liderar melhor e ajudar mais pessoas voluntariamente, em qualquer contexto, inclusive o da igreja e missão cristã. (Sem tirar a importância e potencial das sessões de coaching profissional, o que seria uma outra coisa, bem diferente).

Algumas das melhores ferramentas/técnicas

dez melhores ferramentas coaching b

A Grande Jornada

Na liderança cristã (assim como num trabalho desenvolvido por um coach profissional), você busca ajudar pessoas a saírem de um ponto de dor e descontentamento para um novo ponto de plena realização e felicidade real.

A Grande Jornada, por exemplo, é uma ferramenta que ajuda o liderado, através de uma conversa com uma série de indagações, e um mapa para ser preenchido, a estabelecer este ponto final almejado, assim como auxiliar a perceber os por quês desta busca e as recompensas esperadas ao final do percurso (valores, prioridades etc). Também favorece ao estabelecimento das habilidades a serem desenvolvidas e a listar as atividades recorrentes necessárias para chegar a ser uma nova pessoa e alcançar os objetivos tangíveis definidos no planejamento.

ferramenta coaching grande jornada video explicativo

Crenças Limitantes

Reprogramar Crenças Limitantes é outra ferramenta muito útil. São ideias ou forte convicções que foram embutidas na nossa mente por família, pessoas de convivência próxima, experiências de vida que tivemos ou outra fonte, e que nos levam a repetir comportamentos ou atitudes que nem sempre, no momento atual, trazem benefícios para seu desenvolvimento... ou pior, acabam trazendo limitações para seu crescimento e busca de ser bem-sucedido.

Ao longo da vida, precisamos rever algumas destas crenças, mesmo as que no passado funcionaram em nossa caminhada e se fortaleceram por isso, mas que hoje talvez não tenham os mesmos bons resultados de antes, e até estejam impedindo você de progredir em direção a seus objetivos. Ser, fazer, merecer. Quais suas crenças? Técnicas de coaching podem ajudar a conduzir esta reprogramação, embora saibamos que a melhor de todas as formas de atingir crenças limitantes (não religiosas) é através da entrega da vida a Cristo, a fé e o discipulado cristão e a plenitude do Espírito.

Ferramenta D.I.S.C.

Metodologia criada na Universidade de Harvard, D.I.S.C. é o teste de autoconhecimento com base em 4 Fatores a serem definidos em várias etapas rápidas com qualidades relacionadas a cada fator: Dominância (determinado ou apressado etc), Influência (confiante ou persuasivo etc), eStabilidade (consistente ou metódico etc), e Conformidade (preciso ou cuidadoso etc).

A ferramenta D.I.S.C. faz a pessoa marcar em uma tabela o que mais parece com ela mesma (o que mais a define) e o que menos tem a ver com sua personalidade. O desafio é fazer com que a pessoa marque o que é real, não o ideal. O resultado dá uma graduação para cada um dos fatores e ajuda a saber quem realmente a pessoa é, melhorando seus relacionamentos, favorecendo a utilização de todo o seu potencial, acelerando a obtenção de melhores resultados.

S.M.A.R.T.

É uma ferramenta de validação de metas, que ajuda a definir e alcançar objetivos com qualidade, o que muitas vezes é um desafio.

Com o método S.M.A.R.T. o coach (ou o pastor ou líder, no caso do que defende este artigo) faz perguntas, seguindo as letras da sigla (em inglês): O que você quer, de forma bem eSpecífica? Isto é possível de Mensurar... sabe como medir? É atingível ou Alcançável? Como sabe que alcançou? Tem Relevância, é de fato importante? Quanto Tempo é necessário para atingir este objetivo?

Em outras palavras, trata-se de um check-list para auxiliar na descoberta e formulação de suas verdadeiras metas para um processo em curso (a respeito do tema principal mencionado em coaching, aconselhamento, reunião etc). É bem fácil de implementar e memorizar.

Valores

A ferramenta de Valores serve para saber quais são e qual a hierarquia destes valores na vida do seu liderado, o que é muito importante para qualquer relação. Alguns dos valores mais citados são: segurança, honestidade, reconhecimento, desafio, contribuição, respeito etc.

A técnica consiste em apresentar ao liderado uma folha com uns 20 a 30 valores diferentes de forma não linear, sem qualquer ordenamento, para que ele circule aqueles que fazem parte da essência dele (aqueles que ele tem no seu interior vigorosamente regendo suas ações) e para que risque os que não são parte da sua vida de forma inerente.

Roda da Vida

Ferramenta em que se analisa os vários campos da vida de uma pessoa e são feitas perguntas sobre como ela se sente (escolhendo de zero a dez) em cada área. Exemplo: saúde, espiritualidade, realização profissional, propósito, lazer, amigos etc e vai marcando na roda a área correspondente ao número informado

Roda de competências

São 8 espaços num círculo em que serão preenchidas numa escala de zero a dez de acordo com as respostas das pessoas, visando ajudá-las a descobrir o que já possuem, à pergunta: quais as habilidades, técnicas e conhecimento que você tem que podem te ajudar a chegar aonde você quer?

Outras ferramentas que valem uma conferida: Dar e Receber; Ganhos e Perdas / Perdas e Ganhos; Rota de Ação; Roadmap; Lista de Desejos ou Sonhos; Missão e Visão; Pirâmide do Sucesso; Quero/Tenho (quadrante); Metáfora da Gaivota; Caminho de Recursos; S.W.O.T.; Roda da Realização.

Vale também dar uma lida sobre as seguintes Técnicas de Coaching listadas pelo especialista Bruno Juliani e adaptá-las ao ambiente de grupos que trabalham juntos por um mesmo objetivo:

Rapport; Recaptulação; E o que mais?... E o que mais?...; Patrocínio positivo; Reforço positivo; Feedback Pareto (80/20); Feedback da lei do CHA; Perguntas com escala; Feedback perfil; Como se; Quem consegue; Pergunta coringa; Ensaio mental; Ensaio dramático (Roleplay); Modificar pensamentos; Reenquadramento; Ressignificação; Uso de metáforas e histórias; Feedback sanduíche; Âncoras externas; Coaching feedback; Posicionamento; Associado/Dissociado; Relaxamento; Centramento; Morder a língua. (Com o tempo, pretendo ampliar esse artigo com explicações sobre outras ferramentas e técnicas).

Líder Coach

Um Líder Coach relaciona-se bem com seus liderados, tem a confiança e está próximo deles, comunica-se de maneira efetiva, principalmente ouvindo mais do que falando, perguntando para fazer pensar, sendo direto ao ponto e, às vezes, pragmático, mas também didático, formador de consciência, estimulador de ações concretas, bem planejadas, com definição de metas e capacidade de avaliar e responsabilizar pelo resultado.

Quando num processo de coaching, a conversa tem algumas etapas que seguem uma ordem natural e lógica, mas que é muito importante na construção de um resultado.

Coaching e Liderança

Primeiro, é preciso saber o estado atual ou "ponto A" da pessoa (ou pessoas) à sua frente. Qual a situação? Onde você se encontra no momento? Qual o problema?

Segundo, é preciso definir qual será o estado desejado ou "ponto B" da pessoa. O que deseja? Ou: Como deve estar tudo para ser percebido que algo não é mais um problema?

Terceiro, fazer uma lista conjunta de desafios e obstáculos. O que impede alguém de chegar ao "ponto B"?

Quarto, quais são os recursos disponíveis? Os pontos fortes da pessoa devem ser descobertos por ela mesma com sua ajuda. O que está à disposição para chegar ao estado desejado?

Depois disso, em quinto lugar, qual o melhor caminho ou curso de ação? O que pode ser feito? Como usar o que você tem de melhor para vencer obstáculos e se aproximar cada vez mais do resultado almejado?

Finalmente, saber identificar o que aconteceu de fato após tudo ser planejado e realizado, e mensurar os resultados. Como saber que as ações estão funcionando? Como o sucesso pode ser mostrado e demonstrado?

Dicas finais para o líder

Algumas dicas do Juliani sobre liderança e coaching, para terminar este artigo: "Descubra quem é você como Líder, e como maximizar o seu próprio potencial SENDO VOCÊ MESMO; Saiba quem é sua equipe e como utilizar o POTENCIAL MÁXIMO de cada um dos seus colaboradores, ganhando a admiração deles no processo; Aprenda a se comunicar com elegância, OUVINDO, PERGUNTANDO e dando poderosos e efetivos FEEDBACKs que não ofendem as pessoas; Aprenda como fazer com que a SUA EQUIPE SEJA Orientada a: estabelecimento e alcance de metas, planejamento e execução, crescimento pessoal aliado a resultados".

 

Atualizada: Sexta, 13 Janeiro 2017 14:20