Melhores cidades, vida melhor

Como sociedade, e a igreja está incluída aí, devemos sempre lembrar que as estatísticas de residentes em áreas urbanas refletem histórias de pessoas e famílias que podem vir a enfrentar maior ou menor sofrimento de acordo com o nível do desenvolvimento econômico e social de uma cidade, sua estrutura urbana e, também, o número de pessoas capazes de reivindicar e propor soluções para as mazelas decorrentes das grandes aglomerações populacionais.

Comemorando neste 4 de outubro sua data especial no ano, a Habitat, organização das Nações Unidas para Assentamentos Humanos, também articula nesta direção, com o lançamento do texto "Melhores Cidades, Vida Melhor" durante a Shanghai World Expo 2010, na China, para refletir sobre o potencial e os desafios e problemas da vida urbana no século 21. Também nesta linha de pensamento, o tema do concurso infantil de desenhos sobre a cidade "Minha cidade, minha esperança", realizado no ano passado na Indonésia, que teve como vencedora a menina Aftonia Nabila (veja o desenho acima). Leia também os dois documentos sobre o tema dos desafios da vida nas cidades, produzidos por especialistas ligados à Habitat, no site da entidade: "Urban World" e "World Habitat Day - Better City, Better Life".

Uma declaração da diretora executiva da UN-Habitat, Anna Tibaijuka, vai além e afirma que a preocupação com a qualidade de vida dos indivíduos e seus familiares é, na verdade, o caminho para a verdadeira paz da cidade: "Enquanto cidades habitáveis dependem de uma economia racional, esta é só uma parte da história. Se nossas cidades quiserem ser realmente sustentáveis e harmoniosas, devemos qualificar o nível de vida e o bem-estar de todas as pessoas, especialmente dos pobres urbanos. Também não podemos continuar a consumir recursos naturais ao ponto de negar oportunidades para nossos filhos e netos".  

A ideia de separar toda a primeira segunda-feira de outubro para ser o Dia Mundial do Habitat vem da necessidade de estimular a reflexão sobre a situação de nossas cidades e o direito das pessoas a uma vida de qualidade no contexto urbano. A data também quer relembrar ao mundo sua responsabilidade com o futuro dos assentamentos humanos.

Atualizada: Quarta, 26 Novembro 2014 08:50

Pin It

Se você gostou do que leu, queria sugerir três coisas:

1) Se quer que outros também sejam abençoados como você foi, compartilhe o link de acesso a este artigo nas suas redes de whatsapp, Facebook, Instagram etc... O link para que outros também leiam o que você leu e gostou está na barra de URL do seu navegador. Ou use um de nossos links de compartilhamento nesta página.

2) Se quiser acrescentar algo, elogiar, criticar ou tirar uma dúvida, deixe aqui no espaço para os comentários desta página mesmo. Ou entre em contato conosco.

3) Se quiser nos ajudar a continuar, uma das coisas que você pode fazer é visitar também um site de algum de nossos parceiros. Para isso, basta entrar lá através de nossas indicações nesta página, isto se você tiver algum interesse no que está sendo oferecido.

Seu apoio é de vital importância. E saiba que o que você fizer nos ajudará muito a manter esta obra funcionando.